gustavo-freitas

Como Gustavo Freitas trocou a estabilidade de um emprego público pela liberdade de trabalhar no conforto de sua casa

Você provavelmente já sabe que ganhar dinheiro online não é fácil. Hoje o artigo é bem diferente com um blogueiro chamado Gustavo Freitas no qual eu chamo de meu SENSEI ele passou por muitos problemas e largou o seu emprego público para viver da internet e vamos conhecer essa história.

gustavo-freitas

Você vai descobrir os métodos que ele usa para ter sucesso e você vai pegar dicas com ele se você está começando do zero ou precisa de novas informações para o seu negócio online.

Este é uma história de sucesso que você pode usar como uma fonte de inspiração.

Esta é a sua chance de aproveitar, aprender e ganhar novas informações.

Conteúdo

Entrevista com o SENSEI Gustavo Freitas

1 – Para quem não sabe quem é você. O que você faz? E onde se pode descobrir mais sobre você?

Meu nome é Gustavo Freitas, sou casado e pai de duas filhas. Para pessoas “normais” digo que sou empresário ou professor, mas a verdade é que tenho várias funções hoje em dia. Sou empresário, sou professor, sou problogger, sou empreendedor digital…etc.

Hoje meu negócio online é composto por blogs, lista de e-mail e cursos online que lanço para ensinar outras pessoas a fazer o que faço e trabalhar no conforto de sua casa.

Você sabe pode me acompanhar no Quero Criar um Blog ou no Gustavo Freitas.Net.

2 – Qual foi o motivo que levou a decidir pelo marketing digital?

Quando comecei, em fevereiro de 2008, não se falava em marketing digital. E se falava muito pouco em ganhar dinheiro na internet. Então eu comecei com um blog como hobby, para compartilhar o que estava aprendendo na minha profissão (TI). Só que, mesmo sem saber como fazer isso, muitas pessoas começaram a acessar meu conteúdo e me agradecer por compartilhar a informação.

Comecei a pesquisar e ver que algumas pessoas ganhavam dinheiro com blogs. Não tinha curso, não tinha informação, mas consegui aprender o mínimo para começar a ganhar dinheiro com blogs.

Os termos evoluíram e chegamos ao marketing digital. Blogs, e-mail marketing, venda de infoprodutos, etc. Os ganhos eram muito mais altos que o meu salário de servidor público. Não foi difícil me decidir. Em 2011 pedi demissão.

3 – Como você começou com o marketing on-line e quão longe você chegou?

Comecei sem saber o que estava fazendo e hoje sou considerado por muitos como referência em criação de blogs, em funil de vendas, em criação de cursos, etc.

4 – Como é o seu dia a dia como blogueiro?

Adoro escrever, já publiquei +6 mil artigos na internet, mas hoje meu negócio não está relacionado apenas a blogs, então meu dia é dividido em tarefas como criação de conteúdo, criação de novos blogs, criação de cursos, gravação de vídeos, resposta a dúvidas de +5 mil alunos, etc. É uma correria…rs

5 – Qual é o seu processo para vender produtos digitais? Qualquer um pode fazer as mesmas coisas? Existe um sistema que você usa e pode compartilhar para que outros possam seguir?

Vender, seja online ou não é uma tarefa difícil, mas existem técnicas que podem ajudar no processo. Eu recomendo que crie uma estrutura de blog, e-mail marketing e vídeos para poder ter o máximo de resultados. É isso que faz a diferença no meu negócio, trabalhar com o máximo de ferramentas possível.

Não digo “qualquer um”, mas se você é uma pessoa que consegue dominar novas habilidades, com certeza poderá ter sucesso nessa área.

Tudo que faço hoje para ganhar +5 dígitos mensais, ensino no Clube do Marketing Digital. Se ainda não conhece, corre lá para conhecer.

6 – Qual conselho você daria para alguém que gostaria de lucrar com produtos digitais? Ou com blogs?

Hoje não tem como começar da maneira que comecei em 2008. É outra realidade, o mercado se profissionalizou. Então o que recomendo é que procure um curso e se qualifique, para trabalhar da maneira correta e ter resultados.

Você pode até fazer uma ou duas vendas de maneira amadora, mas ter vendas constantes, para trabalhar na sua casa, só se tornando um profissional.

7 – Ás vezes os amigos e familiares podem não olhar com bons olhos quando se começa no mundo da internet tentando ganhar dinheiro e sei que você tem uma esposa e filhos. Como você se sentiu sobre isso e como eles reagiram quando você decidiu ganhar dinheiro no mundo virtual?

Sempre haverá esse tipo de reação, e isso está ligado a nossa cultura, de que precisamos estudar e ser empregados. Criar um negócio online é ser dono do próprio nariz e isso não é visto com bons olhos no Brasil.

Quando me decidi a trabalhar somente com meu negócio online, já ganhava +10 vezes o meu salário no serviço público e isso foi decisivo para que eu tivesse segurança ao optar pelo digital. Minha esposa sempre confiou no meu potencial, e sempre me lembra disso, então eu só tive que convencer a mim mesmo que não era um negócio passageiro.

8 – Qual foi o primeiro nicho que você investiu ou não indicaria para ninguém?

O primeiro nicho mesmo foi de divulgação de cursos. Mas hoje a concorrência nesse nicho é muito grande e não compensa mais…

9 – Quando escolheu um nicho para trabalhar foi por paixão ou pelo dinheiro?

Foi por paixão. Sempre gostei muito de compartilhar conhecimento, compartilhar informação, por isso comecei a divulgar vagas em cursos gratuitos, concursos públicos, etc.

10 – Se você tivesse que dar um conselho para alguém novo no mundo do marketing digital, qual seria?

Não entre nesse negócio apenas pelo dinheiro. Faça o que gosta. Se for para fazer o que não gosta, fique onde está. Continue sendo empregado.

11 – Uma das perguntas mais comuns que os novos blogueiros fazem é: Como eu faço para começar? O que você aconselha?

O ideal é começar fazendo um curso para aprender a encontrar um nicho rentável e com pouca concorrência. Depois aprender a criar um blog no wordpress e escrever conteúdo que faça a diferença.

Então já pode aprender a conseguir conteúdo gratuito e pago e depois, somente depois, começar a estudar para aprender como monetizar esse conteúdo.

Geralmente as pessoas começam pelo último passo e querem ter resultados.

12 – Se tudo desse errado no marketing digital você tentaria novamente?

Com certeza. Já me reinventei algumas vezes nesses anos no mercado. Se hoje fizesse apenas o que fazia em 2009, já teria falido. É preciso inovar sempre.

13 – Quais seriam as suas melhores dicas para encontrar um nicho rentável, criar conteúdo, receber tráfego e obter vendas?

Nicho rentável – comece pesquisando pelo que gosta e/ou entende e se a concorrência for grande, parta para um micro nicho.

Criar conteúdo – Foque em escrever artigos com conteúdo evergreen

Receber tráfego – Procure conhecer sobre SEO e tráfego pago

Obter vendas – Pesquise sobre e-mail marketing, funil de vendas, artigos para conversão e vídeos para conversão.

14 – Existe algum artigo, vídeo ou conselho que você utilizou e ajudou com o seu sucesso ou inspirou de alguma forma?

Eu li um livro em janeiro de 2008 chamado Wikinomiks. Ele mudou minha cabeça e abriu em mim uma vontade enorme de compartilhar conhecimento. Foi assim que cheguei ao universo dos blogs e tudo que veio depois, se originou nesse livro.

15 – Você indicaria como forma de trabalho o marketing digital para os seus filhos?

Claro que sim, mas se for o que elas escolherem por paixão. Volto a dizer, se for para fazer o que não gosta, é melhor ter um emprego com salário baixo, mas com a certeza de que terá dinheiro no fim do mês.

16 – Em que você está trabalhando atualmente e quais são os seus planos para o futuro?

Todos os meus esforços atualmente são para desenvolver ainda mais o Clube do Marketing Digital, que é uma plataforma de cursos online no estilo Netflix. A pessoa paga uma mensalidade e tem acesso a todos os cursos lá dentro.

Por favor informe quais são os seus projetos online ou blogs.

Quem quiser conhecer alguns de meus projetos, basta acessar abaixo:

·         Blog principal – http://gustavofreitas.net

·         Meus cursos – http://profissionalead.com

·         Canal no Youtube – http://gustavofreitas.net/youtube

·         Facebook – http://gustavofreitas.net/facebook

·         Twitter – http://gustavofreitas.net/twitter

Gustavo Freitas muito obrigado por essa entrevista e como eu chamo de meu SENSEI vou continuar seguindo todas as suas dicas e indicando para outros blogueiros.

Indico o curso fantástico do Gustavo Freitas Método Start.

Gostou? Compartilhe.

Como Gustavo Freitas trocou a estabilidade de um emprego público pela liberdade de trabalhar no conforto de sua casa
2.56 (51.11%) 9 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Claudio Gomes

Empreendedor online e offline. Empreendimentos e negócios. Trabalho com Internet Marketing/Negócios Online alguns anos e consegui acumular muitas informações sobre negócios e formas de ganhar dinheiro online. Trabalho com informática e represento uma empresa de perfumaria e cosméticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

2 comentários em “Como Gustavo Freitas trocou a estabilidade de um emprego público pela liberdade de trabalhar no conforto de sua casa

  1. Eu ainda tenho esperanças de chegar ao nível que todos esses empreendedores chegaram, mas é difícil trabalhar assim, principalmente quando não se tem a possibilidade de largar o trabalho e se dedicar inteiramente nesse projeto.

    1. Matheus Santiago tudo se resumi em foco + determinação + trabalho = resultado.

      Vai fazendo nas suas horas vagas e nunca deixei o seu ganho principal sem antes ter uma estabilidade ou outra fonte de renda.