Como criar um blog de sucesso gratuito? Dicas reveladas e grátis

Em algum momento de uma carreira como blogueiro ou webmaster, sentimos a necessidade de investir dinheiro em nossos projetos. Bom, pelo menos uma coisa é certa: investir aumenta e muito as suas chances de ter sucesso com um blog ou site. Hoje você vai aprender como criar um blog de sucesso gratuito.

Você pode se perder na hora de escolher um dentre tantos meios de investir em seu projeto na web se você ainda não sabe como criar um blog de sucesso gratuito. Com este post, vou tentar esclarecer um pouco mais sobre o assunto, analisando os pontos fortes e fracos de cada tipo de investimento para tentar ajudar nesta importante escolha.

Como criar um blog de sucesso gratuito

1 – Investir em Banners

Atualmente, a maioria dos internautas já está acostumada aos banners de imagens como propaganda em blogs. Por isto, a taxa de cliques nestes diminuiu consideravelmente com o tempo (e hoje é mínima!). Nesta situação, é preciso muito cuidado na hora de investir na compra de banners: eles precisam ser realmente muito atrativos e estarem posicionados em locais especiais em uma página. De nada adiantará você comprar um banner de 125×125 pixels na lateral de um blog que tenha mais 5 a 10 banners semelhantes ao seu, no mesmo local!

Pense bem antes de fazer uma escolha como esta. Talvez, você precise analisar muito mais do que o número de banners na região onde está almejando comprar. Alguns fatores abaixo também podem influenciar o sucesso de seu banner de publicidade em um blog:

  • O nicho: comprar publicidade em um blog com nicho idêntico ao seu talvez não seja a melhor opção. Geralmente, nichos semelhantes ou paralelos é que são os melhores. Mas, se mesmo assim precisar comprar publicidade em um nicho idêntico, prefira os blogs menores que o seu, pois os leitores que virão destes locais terão conteúdo novo e melhor em seu blog, e as chances de gostarem dele são maiores.
  • As cores: geralmente, anunciar em um blog com cores mais mortas (como apenas tons de cinza) utilizando um banner bastante colorido pode fazer muito mais efeito do que anunciar em um blog multicolorido. Pense nisso: utilize as cores ao seu favor.
  • O movimento: se você for utilizar banners de publicidade animados, eles certamente terão mais força em páginas onde existem poucas animações ou poucos banners animados.
Este formato de investimento em seu blog pode trazer muitos bons frutos se bem feito. E você pode atacar em vários pontos: promoções para assinantes de Feeds, para o blog que trouxe mais visitas, para os seus seguidores do Twitter…

2 – Criar promoções

Aí vai de sua imaginação, sendo que uma boa promoção pode até tornar-se um mini viral, espalhando-se por vários blogs afora. É uma das melhores tacadas para investir pouco e bem. Além disto, se você já tiver um forte relacionamento com outros blogueiros e webmasters, estes podem servir como patrocinadores de sua promoção, e os gastos com este tipo de investimento podem tornar-se até mesmo mínimos.

3 – Comprar artigos patrocinados

Geralmente, a melhor forma de chamar a atenção caso esteja comprando publicidade em outro blog é por meio de posts pagos, pois eles são visíveis não apenas aos visitantes comuns, mas também aos assinantes de Feeds.

Aqui, a regra é diferente da compra de publicidade por meio de banners: quanto mais idêntico o nicho, melhor.

Esta técnica de divulgação paga é muito boa quando você acaba de lançar um diferencial bastante chamativo em suas páginas e quer atrair o máximo de atenção neste exato momento ou queira potencializar um pouco os índices de visitas em suas páginas e atrair leitores fieis. Pode até comprar publieditoriais em conjunto com uma promoção que esteja fazendo em seu blog, onde o post pago irá abordá-la. Realmente, é o que chamaria de um combo matador!

4 – Investir em layouts pro blog

Agora, de todas as formas de investir em seu blog, uma das melhores certamente é contratar alguém ou alguma empresa para fazer uma reformulação total de seu blog e também gerar expectativa em torno disto. E isto é algo que posso dizer firmemente. Todos os leitores de um blog adoram (ou melhor, amam) novidades.

5 – Contratar redatores

Outra grande forma de investimento dentro de um blog é começar a pagar alguém para escrever junto com você. Isto geralmente é ótimo para quem tem um blog de tecnologia, por exemplo, e precisa acompanhar os grandes sites.

Mas, antes de contratar alguém, é importante ter certeza de que isto irá trazer benefícios para o seu blog e que esta pessoa tem plenas capacidades de fazer um bom trabalho (principalmente na questão de escrever bons textos).

Se você tem dinheiro no bolso e pretende gastá-lo com o seu blog, a única coisa que precisa ter é paciência: geralmente, muitas pessoas, na euforia de investir monetariamente em seus blogs, acabam por atacar na primeira possibilidade que veem, sendo que esta pode não ser a mais eficiente no momento.

Quando começar a divulgar o conteúdo do blog?

Existe um momento certo para começar a efetuar a divulgação do seu blog? Será que a partir do primeiro artigo publicado você já está apto a espalhar seus links pela Internet e pela Blogosfera?

Ou será que é melhor esperar um pouco, criar uma “esfera envolvente” dentro do seu próprio blog para depois mostrar às pessoas lá fora que você começou a blogar?

Existem pontos principais a serem considerados antes de tomar qualquer decisão pesada no início do seu blog. E quando começar a divulgar um blog é com certeza um momento crucial para o bom começo de um novo blogueiro.

Divulgar o seu blog é essencial para o seu crescimento. Por muito bom que seja o seu trabalho, só uma boa “publicidade” irá trazer leitores à sua página. Analise seu blog e veja se ele condiz a alguns requisitos básicos que eu tratei de enumerar aqui.

1 – Número mínimo de artigos publicados

Você acha que vai ganhar credibilidade de alguém por aí se criar seu primeiro artigo dizendo que “o blog está no ar”, e já mandá-lo pro Dihitt pensando que vai ganhar a primeira página? Um número mínimo de artigos é fundamental para conseguir segurar um leitor de primeira viagem no seu blog. Creio que quando seu blog tiver de 15 a 20 artigos, a divulgação já pode começar.

2 – Frequência de postagem

Pode parecer que não, mas este ponto também é muito importante para definir quando você deve começar a divulgar um blog. Quanto tempo você levou para criar aqueles 15 ou 20 artigos iniciais?

Se você cria dois artigos por semana, esse número só será duplicado depois de aproximadamente dois meses! Mesmo que o conteúdo seja de qualidade, a quantidade de blogs que um leitor tem em seu Feed é tão grande, que o seu pode ser jogado para as traças se demorar muito para mostrar seu potencial. Se sua frequência de postagem é realmente duas vezes por semana ou menos, espere um pouco mais.

3 – Os primeiros leitores começam a aparecer

Este é mais um sinal de que seu blog está quase pronto para começar a ser divulgado decentemente. Aqueles leitores que conseguem chegar até você através do Google ou dos trackbacks enviados a quem você linkou já podem se tornar possíveis leitores fidelizados. E melhor ainda quando:

4 – Os primeiros comentários aparecem

Os primeiros comentários são realmente motivantes e mostram que o seu blog já tem conteúdo suficiente para atrair e reter novos visitantes e que alguém realmente lê o que você escreve!

5 – Qualidade no seu conteúdo

Suas primeiras postagens já devem mostrar pelo menos 50% do seu potencial crítico e de escrita. Mostre que você consegue produzir conteúdo de qualidade e original antes de começar a divulgar seu blog.

6 – O layout é essencial

É possível transmitir um pouco (ou muito) da personalidade da empresa através do layout. A combinação de cores, a escolha de tipografia, as imagens, os gráficos e a diagramação somados podem construir um ar sério ou despojado, tradicional ou moderno, mostrando um blog de visão e presença ou apenas informar que você é mais um no mercado.

Considere o seu site como a sua embalagem na internet.

7 – Divulgação um fator importante

Digamos que você cometeu o erro de começar a divulgar um blog precocemente, quando tinha seus primeiros três artigos criados. O primeiro visitante entrou e encontrou nesses três artigos um conteúdo de qualidade média. Se seu blog só tem três artigos, o layout dele provavelmente ainda vai estar ruim, pois as Categorias, Tags e essas coisas ainda não estão devidamente firmadas. Se este visitante não gostou do seu blog de um modo geral, dificilmente voltará a acessá-lo novamente. Ainda mais se sua divulgação foi feita de um modo pesado e agressivo. Mas…

8 – É preciso ter feeling

Você mesmo tem que sentir quando seu blog está realmente preparado para aguentar uma crítica de um novo visitante. Faça a si mesmo a pergunta principal: “eu consigo cativar um novo visitante o suficiente para que ele assine meus Feeds?”. Quando você está pressentindo que a resposta é um Sim, comece a divulgação, pois você está preparado (contanto que você tenha o “feeling” certo, claro).

Resolva problemas e divulgue seu blog

A busca pela solução de problemas é muito frequente na web. Alguns estudos mais claros podem facilmente mostrar que a grande maioria de pessoas que estão conectadas à internet buscam respostas aos seus problemas: posologia e bula de remédios, comparação de preços, aprofundamento em algum assunto ou aquisição de novos conhecimentos são alguns dos exemplos mais comuns. E muitos blogueiros escrevem respostas para diversos problemas, eu sano dúvidas e dou dicas gerais sobre marketing digital e mídias sociais. Por que não aproveitar essas crescentes dúvidas online para divulgar o seu blog?

Hoje, em praticamente toda a internet podemos ver usuários com dúvidas acerca de algum assunto: são inúmeros tipos de sites onde podemos encontrar isso. Veja as dicas de onde divulgar seu blog solucionando problemas dos outros, e como fazer isso com qualidade neste artigo de hoje!

Yahoo Respostas!

O Yahoo! Respostas é um portal extremamente ligado à solução de problemas. A divulgação neste site é muito fácil, pois podemos pesquisar por palavras-chave exatamente relacionadas aos problemas que podemos solucionar.

Neste serviço do Yahoo Resposta faltam respostas corretas, decentes e bem elaboradas para a maioria dos assuntos. Há algum tempo eu respondia algumas questões por lá, relacionadas aos blogs, e depois dei uma parada. Agora estou voltando a escrever lá, e posso perceber facilmente como o nível das respostas é baixíssimo, e como fica fácil ser premiado com a melhor resposta.

Com certeza, ao usar o portal, você verá que o destaque pode ser adquirido com facilidade e um pouco de trabalho bem feito. Gaste pelo menos 3 minutos nas suas respostas, com conteúdo realmente interessante e uma fonte significativa, e você com certeza será bem visto por lá.

O interessante do sistema do Yahoo! Respostas é que o autor da pergunta define a melhor resposta dada, e esta ganha destaque, logo abaixo da pergunta.

Fóruns

Os fóruns ainda são largamente utilizados, e como qualquer outro lugar que aglomera muitos usuários, contêm várias  dúvidas simples e complexas, que podem ser facilmente respondidas por quem entende do assunto. Costumam ter uma comunidade fortemente ativa, e pode ser uma grande forma de aprender, solucionar problemas e divulgar o seu blog fácil e automaticamente (usando as assinaturas).

O interessante é que um fórum aborda, geralmente, um assunto específico. Fóruns de nicho são os que mais existem por aí. Nestes, muitos usuários já têm destaque, por participar ativamente da comunidade e fornecer respostas práticas às dúvidas que por ventura podem surgir.

Fora estes 3 locais específicos, você pode encontrar muitas outras dúvidas prontas para serem resolvidas em qualquer outro lugar: grupos de discussão, comentários em outros blogs contendo dúvidas e até mesmo buscas por perguntas no Google.

Use sua criatividade e persistência para encontrar locais na web propícios para dar suas dicas, sobre qualquer assunto.

Algumas táticas podem ser usadas para ampliar mais ainda o seu potencial de divulgação ao responder dúvidas por aí!

Isso é o que mais falta, principalmente no Yahoo! Respostas: pessoas realmente interessadas em responder as dúvidas dos outros. Alguns usuários criam respostas de duas ou três linhas para dúvidas que precisam mais atenção para serem respondidas com qualidade.

Isso também acontece frequentemente no Yahoo! Respostas: pessoas que vão rapidinho à Wikipedia, copiam uma página inteira e largam nas respostas. Isso também mostra uma grande falta de interesse, e por vezes muitos usuários preferem respostas simples e diretas, o que ajuda muito mais.

No Yahoo! Respostas, as melhores ganham destaque automaticamente. Em outros locais isso não acontece, mas se a sua resposta for a melhor, ganhará destaque intelectual perante todos os outros que responderam também.

Nas assinaturas dos fóruns ou nas fontes de sua resposta no Yahoo Resposta. Ou até mesmo em uma assinatura feita manualmente no Orkut.

Esse método de divulgação é muito melhor do que qualquer outra forma de dar à vista o seu blog. Se você respondeu decentemente uma pergunta, a pessoa que tinha a dúvida saiu beneficiada com todo o processo e sente, por isso, uma automática confiança no seu trabalho e nas suas opiniões. Se ela realmente acessar o seu blog, as chances de tornar-se uma visitante fidelizada é enorme.

Outra grande vantagem desta forma de divulgação é um “mercado” ansioso por respostas de qualidade. Qualquer pessoa que faça um trabalho melhor consegue destaque neste método, com um pouco de esforço.

Como diminuir a taxa de rejeição do blog com pequenos ajustes

Taxa de rejeição é a porcentagem de visitas a uma só página, ou visitas nas quais a pessoa saiu do seu site da página de entrada (destino). Use essa métrica para medir a qualidade da visita – uma taxa de rejeição alta geralmente indica que as páginas de entrada do site não são relevantes para os visitantes.

O cálculo da taxa de rejeição do Analytics de um blog é feito por porcentagem, e mostra quantos visitantes entraram em seu blog, leram apenas uma página e já foram embora, sem clicar em mais nada. Esta é uma estatística que mostra com qualidade o interesse de seus leitores quando acessam seu blog: quando eles já vão embora ao ver apenas uma página, não estão realmente interessados no que você escreve.

Mas algumas técnicas simples ajudam muito a segurar os visitantes em seu blog e, assim, você obtém muitas vantagens, como uma maior fidelização dos leitores ou maiores chances de alguém clicar em um anúncio que pense ser de seu interesse, por exemplo.

1 – Segure os Visitantes

Toda a otimização gira em torno disso: mostrar todo o conteúdo de seu blog rapidamente, para que ele possa se interessar por algo, clicar e ler mais do que uma simples página.

2 – Artigos Relacionados

Este é o primeiro passo para diminuir a taxa de rejeição do Analytics de seu blog. Ao fim de cada postagem, disponibilizar uma lista de 5 a 10 links para outros artigos que tratam do mesmo assunto é essencial para diminuir consideravelmente a taxa de rejeição de seu blog. Aqui, depois que passei a usar este método de artigos relacionados, tive uma queda de pelo menos 10% na taxa de rejeição no Analytics.

Para o WordPress, existem vários plugins que, à primeira vista, fazem o mesmo trabalho, mas geralmente se diferenciam na hora de escolher quais métodos são usados para relacionar os artigos.

Aqui eu uso (e recomendo) o WordPress Related Posts, que relaciona os artigos de acordo com as tags que foram usadas nas postagens. Mas, para usar esta opção, você geralmente precisa otimizar muito bem as tags dos seus artigos, para ter uma lista de relacionados realmente boa. Por isso, vale a pena refazer toda a sua nuvem de tags, e relacioná-las com eficiência.

Outros plugins também relacionam seus artigos de acordo com as categorias, títulos e muito mais, e não só usando as tags como base. É o caso do Yet Another Related Posts Plugin, que ainda quero testar.

3 – Barra lateral é uma aliada

Esse local é visto pela maioria dos visitantes do seu blog, e você tem duas dicas para otimizar e obter uma rejeição menor:

1. Use um plugin ou Widget para mostrar os últimos artigos postados, ou para disponibilizar os artigos mais vistos ou populares de seu blog. Estes últimos atraem muitas atenções, já que são os melhores conteúdos que você escreveu.

2. Crie imagens para divulgar o melhor do seu blog, como Séries de artigos que você escreveu e que realmente podem ajudar a maioria das pessoas que acessam o seu blog e coloque isso na barra lateral.

4 – Artigos grandes ou pequenos

Dependendo do nicho, textos muito grandes podem deixar os visitantes com preguiça de ler, e estes provavelmente não acessarão mais nenhuma página sua, já que artigos grandes existirão por todo o seu blog. Isso acontece em blogs de humor, por exemplo. Você gosta de ler uma piada enorme?

Para o nicho de “marketing”, creio que os artigos devem conter no máximo 1500 palavras, ou um pouco mais. Se um assunto que você precise escrever exceder essa cota, crie uma série de artigos.

E por falar em séries de artigos, estas podem prender muitos visitantes e diminuir sua taxa de rejeição, principalmente quando elas já estão devidamente prontas. Isso porque, ao ler o primeiro artigo da série, o leitor muito provavelmente buscará os outros textos que a compõem, para finalizar o entendimento do assunto. Ou vice-versa: se o visitante se deparou com o último artigo da série, quererá ver os primeiros.

5 – Otimizar a página inicial

Procure acrescentar apenas a introdução de seus artigos na página inicial, disponibilizando mais conteúdo em menos espaço para seus leitores. É o que eu faço aqui no BMO se você já percebeu: apenas um parágrafo e uma imagem para cada artigo. Assim, posso mostrar pelo menos 2, 3 ou até 4 artigos no campo de visão de meus visitantes, ao invés de apenas 1.

Quanto mais conteúdo você conseguir mostrar em sua página inicial (no menor espaço possível, sem diminuir a qualidade da produção), mais opções o leitor terá para definir o que quer ler.

6 – Otimização de palavras-chave

Na maioria das vezes, a maior parte do tráfego de um blog vem dos buscadores, especialmente do Google. Claro que, para isso acontecer, precisamos efetuar um bom trabalho de SEO no blog em questão. Uma das principais técnicas de SEO é a otimização de palavras-chave. E essa otimização, se bem feita, diminuirá fortemente a sua taxa de rejeição. Isso porque, se as palavras-chave forem bem escolhidas, você só receberá visitantes em seu blog (mesmo que sejam poucos) que realmente queiram ler o assunto que você escreve.

Uma otimização errada (se levarmos em conta a taxa de rejeição) pode ocorrer quando o blogueiro só procura conseguir muitas visitas, mas otimizando uma palavra-chave que não costuma fazer parte do conteúdo de seu blog, principalmente buscando paraquedistas.

Assim, quem atingir seu blog com essa determinada palavra-chave não buscará o assunto em questão. É o típico engano de conteúdo que temos ao procurar certos assuntos nos buscadores. Então, este tipo de visitante apenas abandonará seu blog, indo buscar o conteúdo que realmente procura em outro lugar.

Por isso, trabalhe apenas as palavras-chave que realmente irão atrair visitantes específicos e que busquem pelo conteúdo de seu blog, ou terá uma taxa de rejeição muito alta e, consequentemente, não atingirá um retorno esperado (seja ele financeiro ou de qualquer outro ramo), mesmo tendo grandes índices de visitações.

7 – Otimizar o Layout

Uma alta taxa de rejeição de seu blog pode mostrar que seu layout também não está colaborando. Os principais motivos de seus visitantes fugirem de seu blog sem clicar em mais nada é um tempo de carregamento muito grande (ninguém gosta de esperar demais, e logo cai fora), muitos anúncios e banners coloridos em todo canto ou também uma navegação muito ruim: quando os visitantes precisam decifrar onde encontrar as coisas, sem saber por onde começar a ler.

Portanto, a chave para um layout que diminua a taxa de rejeição é algo limpo e de fácil utilização, mas que mesmo assim mostre tudo o que seu blog tem de melhor.

8 – Trabalhar dentro do texto

Adquira o hábito de linkar o conteúdo de seu blog. Ao longo de seus escritos, insira links para as categorias de seu próprio blog, ou para artigos que você já escreveu e que podem complementar o assunto que está escrevendo agora. Assim, muitos usuários clicam nestes links para adquirir mais conhecimento.

 9 – Cadê os links?

Quando você linka outros sites ou blogs de a opção de abrir as páginas em uma nova janela, pois assim os visitantes não precisarão sair de seu blog para entrar no conteúdo novo. Muitos podem esquecer de voltar à leitura de seu blog quando outros blogs são abertos na mesma janela.

Para os links internos (que apontam para o seu próprio blog), deixe a opção de abrir na mesma janela, pois isso ajuda na navegabilidade do usuário, que não precisará abrir trocentas abas para ler um mesmo blog.

10. Revisar conteúdos com altas taxas de rejeição:

Identifique as palavras-chave que estão trazendo as maiores taxas de rejeição para a sua página, revise os conteúdos das páginas de destino destas pesquisas e verifique o que pode ser modificado para melhorar sua qualidade.

11 –  Analisar a situação

Outra dica interessante, que encontrei no artigo sobre taxa de rejeições feito pelo Bruno Brizzi é a pesquisa que você deve efetuar nos artigos que já estão publicados em seu blog, a fim de descobrir quais têm as menores taxas de rejeição (e quais têm as maiores) e procurar descobrir o padrão de escrita ou de otimização que faz estas páginas terem um alto ou baixo índice de rejeição.

Com isso, você pode mapear com eficácia a busca específica de conteúdo que seus visitantes fazem e, assim, diminuir a taxa de rejeição de seu blog, criando novo conteúdo baseado nas conclusões que você retirou analisando as páginas com menores índices de rejeição.

E claro conteúdo de qualidade é sempre a melhor forma de manter seus leitores presos ao seu blog. Sem isso, nem perca seu tempo otimizando outras áreas de seu portal! Estude mais o assunto do seu nicho e só depois passe a escrever. Fazendo isso, e otimizando tudo o que foi dito aqui neste artigo, você consegue diminuir pelo menos 20% da taxa de rejeição de seu blog.

Aqui ainda estou incrementando algumas técnicas descritas acima, mas meu blog já teve a queda real de 20%, pois minha taxa de rejeição, que beirava os 72%, agora caminha quase que tranquilamente aos 50%. Efetue estas dicas e comprove isso no seu próprio blog!

Claudio eu ainda não sei como criar um blog de sucesso gratuito nesse caso eu indico que leia todos os artigos postados aqui no Blog Marketing Online e anote tudo.

Como criar um blog de sucesso gratuito? Dicas reveladas e grátis
5 (100%) 64 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

2 Comentários

  1. Jonas Alves Março 3, 2018
  2. André Melo Março 3, 2018

Deixe uma resposta