Dicas para melhorar o tráfego do blog ou site sem precisar gastar nada

Melhorar o tráfego do blog poderá trazer grandes resultados, angariar novos leitores e atingir a maior audiência possível é certamente uma das maiores cobiças de um empreendedor que visa o sucesso e ganhar dinheiro na internet com um blog.

Algumas estratégias podem ser postas em prática com bastante sucesso, gastando muito pouco tempo e conseguindo resultados quase imediatos e o melhor sem necessidade de fazer grande investimento em dinheiro com publicidade.

Listo aqui alguns pontos, não necessariamente em ordem de importância, mas que se posto em prática os resultados são perfeitamente observados em muito pouco tempo.

1. Atualizar as páginas do seu blog com alguma frequência é um ponto importante na melhoria do tráfego de usuários.

Os blogs são os responsáveis por grande parte dos conteúdos disponíveis na internet e aqueles que não são atualizados por um longo período de tempo geralmente caem no rank dos motores de busca e acabam tendo sua posição ocupada por algum concorrente que esteja com informações mais atuais.

Um link “Recomendação” ou “Compartilhamento” são formas gratuitas de tornar seu post mais recente conhecido em redes sociais e dependendo do conteúdo que aborde poderá encaminhar milhares de visitas ao seu blog em poucas horas. Faça uso dos plugins ou widgets apropriados.

2. Disponibilizar a opção de “Favoritar” o blog ou um formulário para que um leitor que acessa pela primeira vez o seu blog e goste do conteúdo possa se inscrever no feed do blog e passar a receber as atualizações por e-mail.

Essas opções permite que o usuário volte a acessar teu blog depois de algum tempo, mesmo esquecendo o nome do blog. É uma forma de manter ativa a ligação entre as pessoas que acessaram seu blog (sem buscá-lo diretamente) e torná-las leitores fidelizados.

3. Submeter seus artigos aos agregadores de conteúdos, também pode ter sua importância. Mas não deve ser feito de qualquer maneira. Escolha quais serviços são os mais adequados/relacionados ao nicho em que trabalha.

Não adianta submeter em todos os serviços que conheça, pois a grande maioria o tráfego não será de qualidade e não favorecerá ao crescimento de seu blog.

4. Investir em publicidade é certamente uma forma garantida de conseguir tráfego, principalmente se seu blog é novo. Uma campanha no Adwords do Google pode ser bastante interessante e você tem um bom controle do quanto e como gostaria de investir em publicidade.

Outra possibilidade é comprar um banner em outro blog já bem estabelecido na web, preferencialmente que trate do mesmo nicho de mercado.

Como deve ter percebido são coisas simples de serem postas em prática e comprovadamente aumentam a quantidade de acessos ao blog e o melhor é que a grande maioria acabam tornando-se leitores fieis que passarão a acompanhar seus artigos.

Melhorar o tráfego do blog e tornar o seu blog mais atraente para receber mais visitas

Se você tem um blog não importa se usando a plataforma blogger ou WordPress ou mesmo se você trabalha com algo relacionado a Internet é sempre bom receber um grande número de visitantes diários e ainda melhor se estes visitantes tornem-se leitores assíduos de seu conteúdo.

Conhecer e aplicar algumas medidas que facilitam essa angariação de leitores é mais simples que você imagina e neste post apresento algumas delas.

O visitante deve saber o que seu blog trata em segundos

A atenção é uma das moedas mais valiosas na Internet. Se um visitante não consegue entender sobre qual conteúdo seu blog trata em questão de segundos, provavelmente não irá ter maiores interesses e passa a buscar outro blog que apresente de forma clara aquilo que procura por isso é um dos motivo no qual você precisa melhorar o tráfego do blog.

Isso é importante principalmente em blogs que tratam sobre diversos assuntos. Deixar evidente as categorias sobre qual ou quais assuntos são tratados no blog facilitam a experiência e a navegação, daí ser uma excelente dica.

Não exigir registro a menos que seja necessário

Alguns blogs na tentativa de fidelizar o usuário exigem do visitante algum tipo de registro. Isso na verdade parece ter efeito reverso, quase sempre o visitante desiste do acesso e não retorna mais ao blog.

Se ponha diante de situação semelhante e questione-se se você efetuaria um registro em algum blog que acabará de conhecer, provavelmente a resposta é não.

Não obrigue o visitante e efetuar registro e deixar o seu endereço de e-mail e outros detalhes, a menos que seja absolutamente necessário.

De espaço para comentários e contato

Permitir que as pessoas comentem sobre determinado assunto é muito importante e gera uma discussão sadia e possivelmente assunto para novas postagens. É recomendado que você ative a opção de moderação, desse modo poderá controlar termos indevidos e aqueles comentários que na verdade são spam disfarçados.

Quando possível tenha também uma página com formulário de contato, está é bem útil para fins específicos quando não se pretende comentar, mas contatar o blogueiro de forma direta.

Tornar seu blog atraente apesar de ter forte influência do template usado não se limita apenas a beleza.

A navegabilidade também é importante é sempre bom lembrar disso.

Apresentei neste post, propositalmente, apenas três aspectos que devem ser levados em conta, convido o leitor a apresentar sua opinião e aumentar esta lista.

Melhorar o tráfego do blog com SEO para elevar o tráfego rapidamente

Aumentar o tráfego de um blog é certamente uma das maiores vontades de um blogger que visa sucesso na internet. Neste sentido a aplicação de técnicas SEO são fundamentais e diversas estratégias podem ser postas em pratica com bastante sucesso.

Algumas destas técnicas gastam muito pouco do seu tempo e são uma excelente forma de conseguir resultados quase imediatos ao nível do aumento de tráfego.

Linkar os conteúdos de artigos diferentes dentro do seu próprio blog

Estratégia muito comum adotada pelos blogueiros americanos, denominada por eles de link cluster, essa técnica SEO consiste na linkagem direta dos artigos no seu próprio blog, utilizando texto âncora bem posicionado no Google, aquelas que melhor expressam seu nicho de trabalho.

Em outras palavras, a cada novo artigo adicionado ao blog, geralmente relacionado com os artigos mais antigos, deve-se escolher palavras-chave de interesse e apontar links para seus posts mais antigos.

É recomendável que não abuse, usando no máximo 2 ou 3 links para artigos diferentes já é suficiente para obter-se um excelente resultado.

Se o texto for grande poderá utilizar uma maior quantidade de links internos, algo em torno de 5 links.
Poderá também editar postagens mais antigas e apontar links para artigos com conteúdos semelhante.

Editar os títulos dos artigos para torná-los populares

Já tratei sobre a importância de criar títulos mais atrativos e receber mais tráfego no blog, mostrando que é possível com técnicas SEO aplicadas corretamente conseguir mais tráfego.  O ideal é que se insira keywords de interesse não apenas no corpo do texto do artigo, mas também no título e tanto no blogger quanto no WordPress (usando plugin) pode-se mudar os títulos das postagens mesmo depois de publicados.

Se você utiliza o Google Analytics em seu blog ou outra ferramenta de acompanhamento de tráfego, poderá acompanhar quais palavras-chave tem levado mais tráfego aos seus artigos, vindo dos motores de busca e procurar fazer essas mudanças com base nesses termos.

Uma atenção especial para os artigos que recebem pouco tráfego, revise seus artigos mais antigos, se necessário melhore o texto, corrija algo, complemente ideias, pois são os posts mais antigos que devem ser trabalhados, visando uma melhoria de SEO.

Dicas simples como estas podem fazer um diferencial enorme em termos de SEO, seu blog poderá ganhar diversas posições nos buscadores em questão de horas e receber muito mais visitas orgânicas.

Embora sejam técnicas SEO bastante simples, de nível básico, é comum encontrarmos blogueiros que desprezam o uso de tais estratégias e desperdiçam boa parte do potencial de tráfego de seu projeto.

Ferramentas para blogs e SEO

Criar um blog diferenciado é sem dúvida um dos aspectos mais importantes para despontar na internet, principalmente para quem busca ganhar dinheiro com blog. Diante deste fato muitos blogueiros acabam exagerando no uso de ferramentas (widgets e plugins) que podem causar um efeito reverso e ao invés de otimizar a experiência com os leitores acaba atrapalhando a navegabilidade, consequentemente afastando-os.

Existem muitas ferramentas (widgets e plugins) boas e gratuitas possíveis de serem utilizadas em blogs, mas carregar o seu blog com todos esses recursos, necessariamente pode não ser uma boa ideia. Mesmo parecendo interessante é desaconselhável em termos de SEO.

Use moderadamente Plugins e Widgets no blog

Plugins e widgets são componentes de uma interface gráfica que adiciona algum tipo de complemento ou interatividade ao blog permitindo que o usuário/leitor possa interagir.

Enquanto que para usuários do WordPress os plugins fazem esse papel, na plataforma do Blogger são os widgets que realizam tais funções. Essas ferramentas podem ser utilizadas para quase tudo o que queremos e pode ser tentador para adicioná-las ao blog.

Mas para obter o máximo de proveito é preciso ser seletivo, escolhendo apenas as ferramentas que são essenciais.

Exagerar no uso de tais ferramentas pode sobrecarregar o blog, algumas vezes de tal modo que o torna quase inacessível. E lentidão é um fator considerado importante quando o assunto é SEO. Outros complementos, que não necessariamente são plugins ou widgets, também podem ser desnecessários.

Contadores de visita, plano de fundo muito chamativo, uso de fontes desnecessárias, música que toca automaticamente, scripts que geram efeitos e vários outros recursos.

Avalie a necessidade de cada acessório do seu blog

Antes de aplicá-los em seu blog é bom aprender sobre todos os tipos de ferramentas e o que elas de fato podem fazer pelo seu blog. Avalie bem cada ferramenta e os recursos que estão disponíveis para que você possa tomar uma decisão segura sobre o que acrescentar ao seu blog, sempre lembrando que não é pelo fato de ser um recurso gratuito e bonito que você poderá abusar em seu blog.

E ainda mais, como existem diferentes temáticas e nicho explorado em blogs pode ser que um acessório seja interessante para um tipo, mas para outro não.

Por outro lado quero deixar esclarecido que não se deve deixar de usar tais recursos em seu blog. São recursos importantes, inclusive em muitas vezes ajudam na melhoria do SEO de seu blog. O cuidado que se deve ter é o de não exagerar no uso destes recursos.

Ter um blog diferenciado não significa que seu blog deve estar superlotado de ferramentas e complementos, priorize o conteúdo, pois este sim é quem de fato faz todo o diferencial.

Você não precisa ser o melhor, mas precisa se esforçar para dar o melhor de si na hora de escrever ou preparar o material e publicar o seu post. Seja realista na hora de escolher os acessórios para seu blog.

Analytics para avaliar o desempenho do seu blog

O Google Analytics é uma ferramenta muito útil que o Google disponibiliza para blogueiros e profissionais de SEO acompanharem o desempenho e estatísticas de um blog ou site. O analytics é  um serviço gratuito e para ter acesso apenas necessita-se de uma conta no Google e ter um blog.

É possível verificar os aspectos mais interessantes e que todo blogueiro necessita para tentar direcionar seu trabalho. Algumas delas são:

Quantidade de visitantes por dia ou intervalo escolhido;

Keywords que estão sendo relacionadas ao blog;

Origem do tráfego por país ou cidade;

Quais páginas os usuários visitam e por quanto tempo;

Taxa de rejeição e outras estatísticas.

Os dados são atualizados e obtidos diariamente a partir das estatísticas do próprio sistema de rastreamento do Google. De tão interessante e fácil utilização, atualmente, o Google Analytics é uma das ferramentas de análise e  Otimização de Sites mais utilizada no mundo, ou quem sabe a mais usada e mais completa.

Não irei explicar como criar uma conta no Google e se você já utiliza um Gmail poderá utilizar o mesmo login para acessar sua área administrativa, nem também vou discutir como gerenciar uma conta no analytics, o sistema é em português e os menus são bastante intuitivos. Certamente não irá encontrar dificuldades em adicionar um blog e gerar o tracking code.

Tracking Code do Google Analytics

O Google Analytics necessita de um código de acompanhamento ou monitoramento que deve ser inserido no código do blog.

Uma vez gerado no processo de adição de novo blog, basta-se copiar e colar o código que aparecer em uma área de código de seu blog.

Este código não ficará visível ao leitor, apenas será visualizado quando se busca o código fonte. Recomendo aos usuários do WordPress adicionarem o código no ficheiro footer.php.

Para cada blog que for adicionado no analytics um tracking code  deve ser gerado. Não se deve reaproveitar códigos de outros blogs, pois isso afetaria diretamente as estatísticas e os valores apresentados seriam irreais.

Acompanhar seu blog pelo o analytics é de grande valia para descobrir quais postagens lhe tem trazido mais visitantes, quantos chegam ao seu blog por meio de buscas no Google e assim otimizar seu trabalho para obter mais visitas.

Outro ponto muito interessante é atrelar sua conta Adsense ao Analytics para monitorar seus ganhos, sabendo sobre os valores e quais os temas ou conteúdos que lhes estão sendo mais rentáveis.

Se ainda não faz uso desta ferramenta, recomendo aderir agora e a partir das estatísticas poderá trabalhar melhor o SEO de seu blog.

Distribuição de Keywords para fins de SEO

A distribuição de palavras-chave para fins de otimização em um blog parece ser um conceito simples de se implementar. Mas não se engane, distribuir as keywords selecionados uniformemente em todo o texto do blog não é tarefa tão fácil, sobre isso já escrevi em densidade de keywords influencia ganhos com adsense.

Infelizmente, como muitas coisas relacionadas com SEO não é tão simples e muitos blogueiros acabam interpretando mal os princípios básicos ou simplesmente erra na hora de por em prática.

Uso demasiado de keywords em um mesmo artigo

Agrupamento de palavras-chave exatas e alta densidade da mesma palavra-chave pode ter um efeito negativo em seu blog e pode ser interpretada como spam. Use o bom senso ao distribuir os termos escolhidos para que o conteúdo seja legível para quem lê e pareça natural para os motores de busca.

É quase certo uma punição do Google. Para evitar que isso ocorra distribua as palavras-chave sem comprometer a estrutura do texto. Use sinônimos quando necessário e quanto a densidade, algo em torno de 2 ou 3%, no máximo, é um bom valor para ser usado.

Escrever conteúdo com qualidade aceitável ao seu público

Conteúdo de qualidade pobre, repetitivo ou não suficiente (apresentando ideias incompletas) é ruim em termos de SEO e é um problema bastante comum.

Um simples reescrever do conteúdo pode melhorar significativamente. A sugestão é que se escreva o texto em um editor de textos comum (word) e salvá-lo para publicar posteriormente depois de uma revisão.

Naturalmente, ideias surgirão assim como meios de incluir palavras-chave no contexto sem prejudicar a estética do artigo.

Uso de poucas palavras-chave de cauda longa

Não utilizar palavras-chave de cauda longa para conseguir mais visitas é um pecado cometido por muitos.

Tenha em mente que as pessoas não procuram  as mesmas coisas pesquisando exatamente os mesmos termos. Para ter apenas uma idea do que escrevo, pesquise no google pela palavra “blog” e “blogs” e perceba a diferença na quantidade de resultados obtidos.

Sabemos que keywords de cauda longa são constituídos de termos com 4 ou 5 palavras, o exemplo acima foi apenas para ilustrar que uma letra ou palavra poderá levar mais ou menos tráfego até suas páginas. Quando possível, insira palavras-chave de cauda longa no corpo principal, assim como nos  títulos ou subtítulos, não esquecendo de usar em tags “alt” de imagem.

Usar palavras-chave em toda as diferentes facetas de um blog pode muitas vezes ser uma simples falta de planejamento. Verifique se o blog tem palavras-chave em tags de título, meta descrições, H1 e H2, navegação, nomes de categoria, URL e tags alt imagem para citar apenas alguns.

Neste artigo tive a intenção em destacar apenas alguns dos erros comuns como a distribuição de palavras-chave. Se ainda não atentou para este ponto, poderá começar de agora em diante. Teste e observe os resultados, com algum tempo de prática conseguirá encontrar a melhor maneira de escrever seus artigos.

Caso tenha alguma dúvida não deixe de perguntar.

Dicas para melhorar o tráfego do blog ou site sem precisar gastar nada
5 (100%) 3 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

4 Comentários

  1. micileide maio 19, 2017
    • Claudio Gomes maio 19, 2017
  2. leonardo maio 25, 2017

Deixe uma resposta

Digite abaixo a numeração *