Entrevista Graciela Barbieri – Dicas sobre empreendedorismo digital

Hoje tenho o prazer de entrevistar uma super empreendedora digital Graciela Barbieri e gerente de afiliados passando dicas de como trabalhar e ter sucesso online.

Um rápido resumo para que você tenha ideia do conhecimento dessa empreendedora digital Graciela Barbieri que atua na área de empreendedorismo digital alguns anos com sucesso e ensina pessoas a criarem negócios e montar estratégias de vendas online. Infoprodutora, top afiliada e gerente de afiliados

Conteúdo

Graciela Barbieri chegou a hora da verdade com mais uma entrevista

1 – Por favor, fale sobre o seu trabalho e como chegou ao mundo digital.

Na verdade eu já empreendia desde meus 11 anos de idade, quando nas minhas férias da escola, trabalhava na praia com reciclagem, vendendo camisetas e alugando cadeira e guarda sol.

Sempre trabalhei atendendo ao público e percebi que minha paixão é ajudar pessoas de alguma forma.

Em 2011 descobri, depois de algumas pesquisas pela internet, que era possível ganhar dinheiro pela internet.

Infelizmente ainda não tinha a minha mentalidade preparada para isso e fiquei por 2 anos sem ganhar um centavo trabalhando pela internet.

Em 2013, depois de ler alguns livros, a chave virou e comecei a investir em conhecimento e ferramentas.

Depois de 3 meses estudando e aplicando todo conhecimento do curso que tinha comprado, comecei a gerar meus primeiros resultados e de lá para cá nunca mais parei de investir em conhecimento e novas ferramentas.

2 – O que fez você decidir se tornar um gerente de afiliados?

Em 2014 percebi que os produtores estavam precisando de alguém para dar suporte aos afiliados e incentiva-los a continuar gerando vendas.

Inicialmente minha intenção não era ser gerente de afiliados, mas depois de alguns convites de empreendedores que conheço e admiro o trabalho, acabei aceitando o convite, e estou até hoje atuando na Gerência de Afiliados de alguns produtos.

3 – Poderia informar quanto você já ganhou até o momento com infoprodutos?

Vejo muitas pessoas falando em valores, faturamento, ganhos, mas acredito que o ponto mais importante aqui é acreditar no seu projeto, ter a mentalidade certa para entender que isso é um negócio e não só uma renda extra, e ter foco e persistência para aprender, aplicar, corrigir, aplicar e replicar tudo que está dando certo.

Dessa forma qualquer pessoa pode alcançar o resultado que deseja, pois nada é possível sem muita dedicação e esforço.

4 – Para quem esta começando: deve começar como afiliado ou produzir o seu produto?

O ideal, no meu ponto de vista, é iniciar como afiliado, assim já vai pegando jeito e fazendo boas parcerias que mais para frente vão contribuir para que você possa criar e vender seu produto com muito mais sucesso, já sabendo o que funciona e o que não funciona.

Mas se você já for um profissional bem conceituado no mercado, também pode dar muito certo iniciar com um produto. Talvez precise ser esforçar mais para alcançar resultados, já que provavelmente não vai ter tantos parceiros te ajudando a vender.

5 – Em termos de plataformas de afiliados o que você acha que esta faltando?

De 2013 para cá, muitas coisas mudaram. Antes aqui no Brasil tínhamos basicamente a Hotmart como plataforma de infoproduto, hoje temos a Eduzz e Monetizze.

Com isso veio a concorrência, que no meu ponto de vista, contribui muito para o crescimento das plataformas como um todo.

Eu acredito fortemente que o diferencial de qualquer negócio é o suporte, o importante é ouvir os seus usuários, pois só assim será possível implementar as melhorias certas que vão beneficiar não só o afiliado e o produtor, mas que também vão levar a plataforma para um outro nível.

6 – O que se deve pensar quando esta procurando um produto para promover? Quando escolher um produto o que precisa olhar e decidir?

Vejo muitos afiliados promovendo produtos que acham que seu público precisa e também porque o produto paga uma boa comissão.

No fundo você enquanto afiliado, é uma ponte entre o cliente e a solução que ele precisa, que é o produto.

Então, acima de tudo é muito importante conhecer muito bem o seu público, para entender quais são suas reais dificuldades, e aí sim buscar um produto que vai de fato entregar essa solução.

Na escolha do produto, o ideal é que o afiliado tenha acesso a ele e saiba a fundo o que ele entrega.

Se não puder ter o acesso, é importante buscar o máximo de informações, começando pela página de vendas.

Analisar a página de vendas se colocando no lugar do seu público é muito importante.

  • Será que ela converte?
  • Se você tivesse com esse problema, você compraria esse produto?
  • A carta de vendas é clara o suficiente e mata as objeções do seu público?
  • Tem provas sociais (depoimentos)?

Esses são só alguns pontos.

É claro que também é importante conferir todo material e links disponíveis para divulgação e pensar como poderá usar isso a seu favor.

Entrar no funil de vendas (se inscrever na lista de contatos) do produtor é muito importante, pois assim vai entender como ele trabalha e se o funil realmente vai ou não converter em vendas para você.

Se ao final dessa análise você entender que o produto entrega realmente a solução que seu público precisa e o material disponível é satisfatório, então poderá optar por divulgar o produto tendo a certeza que as pessoas vão agradecer pela recomendação.

7 – Em termos de infoprodutos o que seria mais indicado: criar um money site ou criar um blog com um artigo para promover?

Acredito que no Marketing Digital nada é uma verdade única e o que funciona para mim, pode não funcionar para você.

Então cada um deve testar e ver o que funciona melhor para si.

Eu me encontrei trabalhando com blog de autoridade, mas vejo muitos afiliados gerando grandes resultados com mini sites e até mesmo com blogs de micro nichos monetizados com adsense.

Então minha melhor dica é: Invista em conhecimento, aplique tudo que o curso ensina e veja o que dá certo para você.

8 – Para quem esta começando quais são os produtos indicados para se afiliar e promover?

Essa é uma pergunta muito relativa, pois depende muito do nicho e do público.

Na verdade o melhor produto é aquele que de fato entrega a solução que seu público precisa.

Para isso é fundamental analisar e entender o seu público acima de tudo.

9 – Como é possível ganhar dinheiro promovendo um produto?

Hoje é fácil encontrar milhares de produtos de terceiros onde você pode se afiliar e ganhar comissão pela venda, sem precisar dar suporte, criar ou atualizar o produto.

Ou ainda é muito simples criar um produto com baixo ou zero de investimento.

Logo, se investir no conhecimento certo e montar uma boa estratégia a fim de levar o público certo até a solução do problema dele, que é o produto que está divulgando, então é possível criar um negócio de muito sucesso promovendo produtos digitais.

10 – Quais são as dicas para vender/divulgar um infoproduto e o que não se deve fazer?

A dica que eu deixo para quem quer divulgar e vender um infoproduto, é não buscar o produto de melhor comissão, mas buscar o produto que de fato vai ajudar a sua audiência.

Dessa forma além de realizar boas vendas, você ainda consegue conquistar mais confiança e aumentar sua reputação no mercado.

Outra dica é: Levante as principais dores do seu público relacionado ao produto e produza conteúdos com objetivo de resolver essas dores e conduzi-los pelo processo de compra do produto ou serviço que você oferece, através de um bom funil de vendas.

11 – É fácil produzir um infoproduto? Fez um infoproduto e já terá dinheiro no bolso? Qual a realidade desse mercado?

Produzir um infoproduto é relativamente simples, já que basta você ter o conhecimento, organizar e empacotar em algum local onde as pessoas possam acessar pela internet.

Mas não basta só criar um produto e achar que vai vender como água no deserto, porque não é bem assim que funciona.

É preciso entender seu público e traçar estratégias para atrair o máximo de pessoas interessadas e fazer com que elas vejam o seu produto como uma solução maior, algo que vai ajuda-las a dar o próximo passo.

12 – Quais são os erros no meio do marketing de afiliados que você fez e aprendeu com eles? O que você faria diferente?

O principal erro que vejo as pessoas cometendo é achar que o Marketing Digital é só um meio de ganhar uma renda extra e que para isso não é preciso investir em conhecimento ou ferramenta.

Acreditam que é possível montar um império só assistindo em vídeos gratuitos no youtube ou consumindo artigos gratuitos no Google.

O fato é que quem está iniciando agora, ainda não tem conhecimento suficiente para separar o que funciona do que não funciona.

Também não conseguem organizar o que devem fazer no passo 01, 02, 03 etc…

Com isso ficam perdidas em meio a tanta informação e não conseguem ter resultados, porque simplesmente não conseguem aplicar o que precisa ser aplicado.


Se eu fosse iniciar hoje, com certeza investiria em um bom conhecimento, de algum profissional que realmente aplica o que ensina e tem resultados.

Manteria o foco total em aprender e aplicar um método de cada vez, e reservaria uma parte dos meus ganhos para reinvestir em meu negócio, seja em novos conhecimentos, tráfego, ferramentas e o que mais fosse preciso para continuar crescendo meus resultados.

13 – Hoje já existem muitas denúncias de roubos nas vendas dos infoprodutos com cookies. Como se prevenir? Ou como evitar?

Quem está trabalhando como afiliado, recomendo que procure conhecer ao máximo o trabalho e a idoneidade do produtor.

Procure saber o que falam sobre ele, se o conteúdo dele está realmente transformando pessoas.

É claro que isso não vai te proteger 100%, mas já vai ajudar muito.

No mais acredito que cada um deve focar em fazer o seu melhor para gerar transformação na vida de quem os seguem e com isso crescer cada vez mais o seu negócio.

14 – Hoje o mercado digital mostra da seguinte forma: muitos tentando vender, mas poucos conseguem vender. O que um gerente de afiliado pode ajudar nesse caso?

O Gerente de afiliados está disponível para ajudar o afiliado que realmente quer ter resultados e está disposto a fazer acontecer.

Com isso o Gerente de afiliados pode dar dicas, entregar materiais de apoio, como copys de e-mails, banners, vídeos, modelos de artigos, agendar entrevistas com o produtor e tudo mais que o afiliado precisar.

Mesmo assim muitos afiliados não conseguem vender, seja porque não conseguem ter o foco que precisam para aplicar e testar suas estratégias, ou porque simplesmente ficam atirando para todos os lados, sem saber onde querem acertar.

Um negócio de sucesso é feito de muito foco, persistência e consistência. Muitas vezes é preciso aplicar uma estratégia e testar por algum tempo até entender o que pode ser melhorado, ou até mesmo se a estratégia não está funcionando.

Porém o imediatismo por gerar mais vendas, muitas vezes é o grande vilão dos afiliados, que tentam uma estratégia por alguns dias, não veem resultados, partem para outra estratégia, não acompanham os resultados e novamente ficam frustrados e partem para outra estratégia até que desistem.

15 – Quais são as tendências que você acha que podemos ver na indústria de marketing de afiliados nos próximos anos?

Vejo muito claro, que o Marketing de Conteúdo está mais vivo do que nunca, pois as pessoas já estão habituadas a ir para internet sempre que tem dúvidas ou querem aprender algo.

Porém essas pessoas já não aceitam mais qualquer tipo de conteúdo que serve só para encher linguiça e tentar vender algo, elas querem conteúdo relevante para o que estão buscando.

Então, quem tiver atento as necessidades do seu público e produzir conteúdos com objetivo de entregar valor e conectar para continuar se relacionando com ele ao longo dos tempos, vai com certeza atingir resultados incríveis para o seu negócio.

16 – Quais são as técnicas e ferramentas de marketing de afiliados que você está mais familiarizado em usar? E qual você indica para quem está começando?

Hoje é indispensável ter um domínio e uma hospedagem para usar na produção de conteúdo e demais estratégias de vendas. Inclusive no meu blog Conquista Digital eu entrego um curso gratuito ensinando como criar um blog do zero.

Uma ferramenta que possibilite criar páginas de vendas, captura, entrega de conteúdo, é fundamental para atrair atenção das pessoas e gerar a conversão desejada. Nesse caso você pode usar plugins como optimizepress ou squeeze wp, que são meus preferidos.

Um bom serviço de autoresponder é essencial para continuar se comunicando com pessoas interessadas e conduzi-las pelo processo de compra do seu produto. Nesse caso eu uso a E-goi, mas tem diversos no mercado.

Além dessas ferramentas, é importante analisar o mercado para entender o que seu público está buscando e como ele está fazendo essa busca na internet, afinal isso vai te permitir a produzir conteúdos já sabendo que existem pessoas sedentas por eles.

Para tanto existem ferramentas como o Planejador de Palavras Chave do Google, Semrush, Google Trends, Google Suggest, entre outras.

Além disso é importante conectar seu domínio com o Analytics para analisar suas métricas e entender o número de visitas que está recebendo, de onde vem esses visitantes, quais conteúdos eles gostam mais de consumir. Isso vai te permitir aplicar melhorias importantes para o crescimento do seu negócio.

17 – Como se tornar um gerente de afiliado? E quem decide isso? Qual a função do gerente?

Um gerente de afiliados não é necessariamente alguém que vende muito como afiliado, mas é alguém que já tem uma expertise na área e está disposto a compartilhar com outras pessoas o que sabe.

Além disso é importante que saiba lidar com pessoas, caso contrário nem tente ser um Gerente de Afiliados, pois vai trabalhar o tempo todo com pessoas.

Geralmente é o produtor que procura um gerente de afiliados, mas se você conhece o produtor e já gerou algum resultado vendendo os produtos dele, pode entrar em contato e agendar uma conversa para ver a possibilidade de uma parceria.

18 – Como um gerente de afiliado ganha dinheiro?

Isso vai depender do acordo feito entre o Gerente de Afiliados e o produtor.

Eles podem acordar que o Gerente vai ganhar uma porcentagem sobre a comissão de cada afiliado, e aí vai variar algo entre 10% a 25%.

Ou ainda pode levar uma comissão fixa por mês, mais uma porcentagem sobre a venda dos afiliados.

Ou pode levar uma porcentagem sobre todas as vendas (vendas do produtor e dos afiliados).

Mas isso vai depender do resultado que o Gerente de Afiliados vai gerar para o produtor.

Geralmente no início é feito um contrato temporário de adaptação e depois é firmado uma forma de pagamento.

19 – Como um gerente pode saber que uma pessoa esta promovendo o produto certo?

Geralmente o Gerente de Afiliados tem acesso a alguns relatórios onde pode saber quem são os afiliados mais ativos, quantos cliques geraram, quantas vendas geraram, e assim podem ajudar mais fortemente o afiliado que está mais comprometido a alcançar mais vendas.

20 – Existe algum curso para ser gerente de afiliados? Ou se aprende no dia a dia?

Hoje existem alguns cursos, não vou lembrar no nome agora, mas existem alguns gerente de afiliados com uma bagagem bem interessante na sua área de atuação, compartilhando o que deu e está dando certo para eles.

Mas não necessariamente um gerente vai precisar fazer um curso, isso vai muito da bagagem de conhecimento que ele já tem e o quanto ele está disposto a ajudar afiliados a gerar mais resultados.

21 – Se alguém perguntar como se tornar um gerente de afiliados, qual conselho você daria?

O primeiro passo é primeiro gerar resultado para si como afiliado, entender como funciona e vender como afiliado.

Depois fica muito mais fácil compreender e ajudar outros afiliados a vender mais.

22 – SEO: como aplicar no marketing de afiliado?

Não existe uma receita de bolo para SEO, mas eu acredito que primeiro é importante pensar no usuário que vai consumir o seu conteúdo.

Pensar se seu conteúdo entregou o que prometia no título e se ficou claro o suficiente para quem estiver consumindo.

Depois você pensa em trabalhar a otimização dele para os mecanismos de busca como um todo.

É claro que antes de produzir o conteúdo, você precisa ter bem definida a palavra chave que quer posicionar, mas entregar um conteúdo de valor é ainda mais importante.

Hoje os mecanismos de buscas levam muito em consideração a permanência do visitante na sua página, as curtidas, compartilhamentos, comentários e isso só acontece quando o conteúdo é relevante.

Para ajudar na otimização existem plugins como o Yost SEO que particularmente é o meu preferido.

23 – Informe os seus projetos online. O que você espera da blogosfera para o futuro?

Meu projeto principal é o Conquista Digital onde compartilho método para criar e crescer um negócio online.

Sou produtora de cursos únicos como E-goi Dominado e Isca Digital de Alta Conversão, que ensinam pessoas trabalhar com E-mail Marketing, seja usando uma ferramenta robusta e gratuita, ou seja criando a recompensa digital certeira para seu público.

Ainda dentro do Conquista Digital eu auto como afiliada, ficando entre os TOP afiliados dos produtos que promovo.

Além de atuar como Gerente de afiliados, onde posso contribuir com o mercado ajudando mais afiliados a se conectar e vender mais nossos produtos.

Acredito que o mercado está se encaminhando para que só os melhores sobrevivam ao campo de batalha.

Cada vez mais os mecanismos de busca estão se aperfeiçoando, para gerar uma boa experiência para seus usuários como um todo.

Olhando por esse ângulo, vai conquistar mais resultados quem estiver atento ao seu público e trabalhar para entregar a solução que eles realmente buscam.

Entrevista Graciela Barbieri – Dicas sobre empreendedorismo digital
5 (100%) 1 vote

Leave a Reply

Digite abaixo a numeração *