Entrevista Thiago Santos: Tudo sobre hospedagem de sites 【TURBO】

Hoje a entrevista é the best of the best. Já pensou em ganhar dinheiro com revenda de hospedagem? Hoje você vai ter uma mega entrevista com Thiago Santos sobre o assunto e vai ganhar dicas valiosas sobre hospedagem de sites. Hoje será uma verdadeira apostila hospedagem de sites.

Algum dia você já pensou sobre esse assunto revenda de hospedagem? Aproveite, use e abuse das informações passadas pelo Thiago Santos dono de uma revenda de hospedagem.

Conteúdo

Acompanhe Agora Com Thiago Santos

1 – Thiago Santos informe um pouco sobre o seu começo com hospedagem de sites

Acredito que foi como a maioria das pessoas que entram nesse ramo. Eu comecei criando sites em WordPress para clientes da minha cidade, na época (em meados de 2013), eu criava os sites, e os clientes contratavam a hospedagem, quando eles não sabiam como lidar com isso, eu mesmo contratava em provedores aleatórios, não havia uma preferência.

Somente em 2015 me dei conta que eu poderia incrementar a renda, contratei uma revenda de hospedagem, e migrei todos os meus clientes pra ela. Em dois anos havia adquirido bastante conhecimento na área de hospedagem, mas não em configuração de servidores e etc… Foi quando eu conheci um dos meus sócios, o Guilherme, ele é expert nessa área, e a partir daí, saímos da revenda e fomos para um servidor dedicado.

Com o tempo passando, abrimos em nosso site o serviço de hospedagem, deu tão certo, que nos obrigou em 2015 a parar de criar sites, e dedicarmos ao ramo de hospedagem para os clientes.

2 – Como funciona uma revenda de hospedagem?

O funcionamento da revenda de hospedagem é simples, nada mais é que um servidor dedicado, dividido por usuários (revenda) onde cada um desses usuários podem criar contas de hospedagem (sub-usuários), todos dividem o mesmo servidor, e o administrador do servidor (provedor) é quem define o quanto cada um dos usuários pode usar dos recursos do servidor, e o usuário define o quanto cada um dos sub-usuários podem usar dos recursos que ele possui disponível.

3 – Quais são os benefícios de uma revenda de hospedagem?

A revenda de hospedagem é feita para quem ainda é leigo no ramo de configurações, ou para quem está começando e não tem como arcar com altos custos de servidores, seja eles VPS ou dedicados.

A configuração da revenda já vem pronta, e qualquer problema técnico, o provedor geralmente resolve, é a melhor saída para quem está começando, o custo é mais baixo e você não precisa ter muita experiência para começar a revender hospedagem.

4 – Como pode ganhar dinheiro com a revenda de hospedagem?

De muitas formas, as mais usadas é revender a hospedagem em si. Como se fosse um provedor, você monta seus planos de hospedagem (respeitando os limites do seu plano de revenda), e vende para outros clientes que precisam hospedar websites.

É possível usar como eu comecei também, para agências digitais de criação de sites, é um incremento na renda, você pode criar os sites de seus clientes, hospedar em sua revenda e cobrar mensalidades por isso.

5 – É necessário muito conhecimento sobre hospedagem para trabalhar com revenda?

Não, mas é recomendado que você já tivesse um site, ou vários sites em que você já contratou alguma hospedagem, você deve saber no mínimo o que cada uma das funções do painel de hospedagem faz, para que quando o seu cliente precisar de ajuda, você mesmo possa resolver rapidamente sem depender do seu provedor.

6 – Quais são os pontos necessários que se deve analisar ao contratar uma hospedagem?

Nada é ilimitado, então você deve verificar, quantas contas de hospedagem você pode adicionar na sua revenda, além dos números de contas de e-mails, banda, disco e memória. Além de recursos adicionais, como certificados SSL, softwares de cache, WHMCS, segurança e etc…

7 – Como decidir por uma hospedagem compartilhada, vps, dedicado e nuvem?

Hospedagem compartilhada é para quando você tem apenas um site, com poucos acessos em que você precisa apenas manter sua empresa online.

Porém, quando você começa a ter mais acessos, vai precisar de mais recursos da máquina para manter seus serviços no ar, aí vem às opções de VPS, dedicado ou Cloud. Quanto mais recursos você precisar, mais recurso de hardware necessitará.

8 – O que é uma hospedagem compartilhada, vps, dedicado e nuvem?

A hospedagem compartilhada é o sub-usuário da revenda de hospedagem, é um espaço para que você possa hospedar um, ou poucos sites que usam poucos recursos. O VPS já serve para hospedar vários sites, ou então um site que usa muitos recursos, um servidor VPS é uma máquina virtual que divide o mesmo servidor dedicado com outros VPS, com VPS possuí acesso root, onde você tem controle total de cada VPS, mas não do servidor dedicado.

O servidor dedicado, como dito acima, é o servidor real (hardware), é uma máquina em que você tem acesso root, onde poderá criar outras VPS, revendas e etc… O uso principal deles, é para criação de sistemas, aumento de recursos para sites de alto tráfego, ou o uso para outras ferramentas web, como CDN, VPN, servidores de sistemas remotos ou qualquer outra aplicação imaginável.

Os servidores cloud tem o mesmo funcionamento do dedicado, a diferença é que eles não são máquinas físicas, funcionam parecidos com um servidor VPS, onde o contratante consegue adicionar mais recursos de hardware, remover, e o gerenciamento deles são certamente mais fácil que um dedicado ou VPS, porém a forma de pagamento é conforme seu uso, você não tem um valor fixo, e sim conforme você os usa.

9 – Como decidir quando usar uma hospedagem Linux e Windows?

Basicamente as duas são iguais, o funcionamento é o mesmo. Porém, a hospedagem Windows, fornece suporte para a linguagem ASP e .NET Framework, que é a base para o funcionamento do Windows. A hospedagem Linux, fornece suporte a diversas linguagens, dentre elas o Ruby on Rails. Então se a aplicação ou site que você quer hospedar seja criado em ASP, precisará do Windows, se for em PHP, ambas irão funcionar, se for usar Ruby, aí somente Linux.

10 – O que precisa olhar sobre a segurança oferecida pela hospedagem?

Geralmente isso nunca é divulgado pelos provedores, pois cada um deles trabalha de maneira diferente. Para o cliente final, saber como o provedor trata a parte de segurança, é importante falar com o provedor antes.

Backup: independente do provedor que você escolha, se ele oferece ou não backup de arquivos, o cliente final nunca deve ficar dependente de uma única empresa. Recomendo fortemente que você sempre tenha um plano B, e esse plano B é ter o backup dos seus arquivos em um ambiente diferente da hospedagem, pois problemas acontecem, e depender do seu provedor como único recurso, não é uma boa ideia.

11 – A hospedagem pode interferir no desempenho do site? Ou basta usar os melhores plug-ins de desempenho?

A hospedagem influência, desde localização do servidor, porta de saída de banda dele, e como ele foi configurado. Não basta você ter um excelente website, programado para ter um bom carregamento, se você está em um ambiente com baixo link, memória e processamento.

12 – Uma hospedagem compartilhada serve para que tipo de cliente? Quais são os problemas em uma hospedagem compartilhada?

Serve para o inicio apenas. Quando você tem um website com poucos acessos, poucas páginas e sem ser muito atualizado, é o ambiente perfeito. Você apenas deverá sair dele, quando começar a ter mais acessos, ou se você precisar de mais recursos de memória, disco e banda. Hospedagem compartilhada geralmente divide poucos recursos para cada site, além de serem centenas de outros sites usando o mesmo servidor. Se um desses sites recebe um ataque, o seu site por usar o mesmo servidor, receberá também instabilidade.

13 – Como deve funcionar o suporte para o cliente com problema? Quais são os meios indicados para suporte?

Se você tem um acesso facilitado ao seu provedor, indiferente de como entrar em contato, já é um bom começo.

No Brasil ainda existe muitas pessoas que preferem entrar em contato com o provedor por telefone, porém esse é o meio de atendimento mais ineficiente nessa área, pois por ele, não é possível resolver nenhum problema mais técnico, pois por telefone você não consegue relatar os erros corretamente, dificultando a solução. O meio mais eficiente sem dúvidas é o ticket (chamado), pois nele você relata com mais clareza, e com mais detalhes o problema. Assim fica mais simples de solucionar. Chat, e-mail também são bem-vindos.

14 – Quando contrata uma hospedagem é necessário que seja no Brasil ou exterior? Como decidir?

A nossa rede de internet no Brasil ainda é de baixa qualidade, desde links de servidores (no Brasil o máximo é 100Mbps), já no exterior, você tem banda a partir de 1Gbps (10 vezes mais).

A decisão de qual escolher depende muito do que você deseja hospedar, exemplo: se você quer hospedar um website simples, ambas vão suprir muito bem. Se for um servidor de banco de dados, em que você precisa de eficiência, no Brasil é a melhor opção devido ao servidor estar mais próximo. Porém se você for precisar de algo que tenha muita banda, o exterior é o melhor, pois a banda no Brasil é mais baixa e muito mais cara.

15 – Como saber quando é necessário mudar o plano de hospedagem?

Depende, se você tem problemas de comunicação ou recebe muitos erros em sua hospedagem, é hora de mudar de hospedagem e de provedor. Se você percebe que seu site está lento, ou usando muitos recursos, é hora de aumentar o plano, ou migrar para um VPS, dedicado ou Cloud.

16 – O tipo de servidor influencia na hospedagem do site?

Não, o que influência, é como ele foi configurado e quem o administra. Você pode ter um servidor de 4GB de Ram, bem otimizado, e um servidor com 24GB de Ram, mal otimizado, o servidor de 4GB vai desempenhar melhor ainda.

Mas essa parte de configuração é humana, então se você tem acesso às configurações do servidor, você mesmo poderá configurá-lo para funcionar conforme sua necessidade, se você não tem esse acesso, dependerá sempre do seu provedor.

17 – O que é uma hospedagem streaming de áudio?

Desenvolvida para web-rádios, é o formato de hospedagem onde você poderá transmitir áudio via internet. Ela usa principalmente os recursos de banda, quanto mais banda, mais usuário poderá ter para ouvir sua rádio. Link também é fundamental, quanto maior a disponibilidade de link, mais qualidade de áudio poderá oferecer. Nesse caso, servidores no exterior são mais interessantes.

18 – Qual tipo de hospedagem necessária para streaming de áudio?

Existem vários tipos, mas para que você possa usufruir dela, é necessário configurar o servidor para rodar esse tipo de recurso, diferente de hospedar sites.

Você pode configurar o servidor para rodar áudio em MP3, ACCPLUS além de configurar a qualidade, quantidade e qual painel oferecer, pois são dezenas de opções. Para quem contrata algo já pronto, devem levar em consideração principalmente a qualidade e quantidade de usuários.

19 – Por favor, informe os seus projetos e plano futuro

Atualmente nós estamos atendendo clientes em todos os continentes, estamos muito felizes por estarmos desempenhando muito bem o nosso papel no ramo de servidores.

No Brasil, nosso foco é a venda de domínios, estamos a cada dia nos destacando no mercado brasileiro e queremos expandir esse mesmo trabalho para os nossos vizinhos, como Argentina, Peru, Colômbia e México, então esses são nossos próximos mercados a serem abertos, oferecendo como em todos os demais, meios de pagamentos locais para cada país.

Site empresa: https://impreza.host/pt-br/

Entrevista Thiago Santos: Tudo sobre hospedagem de sites 【TURBO】
5 (100%) 13 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Respostas

  1. Celso novembro 16, 2017

Deixe uma resposta