Novas técnicas de SEO – Use e veja o seu blog decolar

Novas técnicas de SEO – Aprenda as novas técnicas atualizadas de SEO em 2015. SEO guia 2015 mantenha-se atualizado.

Novas técnicas de SEO

Realmente é necessário se preocupar com o SEO do seu blog/site?

Sim e não…. Como assim?

Eu sempre falo que leio e presto muita atenção a todo material e informações enviados pelo Google sobre SEO, porém não fico preso somente a isso ou louco com esse assunto.

Faço os meus artigos para os meus leitores tentando passar as melhores informações e dou uma olhada no que posso ajustar e melhor para o SEO e hank Google, porém não é o meu ponto principal ficar olhando direto todo SEO, pois um dia novamente o Google muda tudo e o seu texto sempre será visualizado se for bem escrito.

Quais são as novas técnicas de SEO em 2015?

Nesse novo artigo criei um pequeno guia chamado SEO guia 2015 e após algumas mudanças nas métricas do Google com certeza ele será desatualizado e sempre teremos que ter novas informações.

Então o que é necessário entender ou ficar de olho em termos de SEO em 2015?

Criação de conteúdo exclusivo esse é um dos pontos que nunca muda e gerar backlinks em sites de alto pagehank outro ponto que também não muda.

Construir backlinks sem spam vai continuar valendo durante muitos anos.

*Criar conteúdo exclusivo e original
*Construir backlinks de alta qualidade
*Divulgar nas redes sociais
*Atualmente o Google esta de olho em site/blogs com suporte para dispositivos mobile

Para saber se o seu blog é compatível com dispositivos mobile basta acessar um dos sites MobileTest, Mobile1st, Mobile Friendly do Google ou PageSpeed Insights.

Vejo poucas pessoas divulgando e uso bastante as Web 2.0 para criar backlinks e pode ser muito útil para obter uma boa classificação.

*Web 2.0 conteúdo exclusivo
*Infográficos
*Compartilhamento nas redes sociais

SEO em 2015 é possível classificar mais rápido as palavras chaves?

Rápido é um termo relativo.

Eu não tenho ideia do que você pensa sobre ser rápido o Google não da mole e tem métricas rigorosas e claro alguns conseguem mais rápido e outros não, porém não se deve prender somente a essa questão.

SEO em 2015 na verdade não existe nada de novo com grandes diferenças são coisas que se precisa adaptar e atualizar para as novas tendências em 2015.



SEO em 2015 eu penso que o Google rasgou o algoritmo e começou tudo de novo dizendo que agora todos tem que ser assim e quem não for esta lascado então vamos dançar conforme a dança e precisamos nos adaptar e atualizar.

SEO guia 2015 na maior parte é:

*Otimizar para busca móvel
*Concentre-se em uma variedade de palavras-chave
*Não ignore as mídias sociais

Otimizar o blog/site para dispositivo móvel seria uma coisa nova em 2015 que afeta alguns resultados SERP. No entanto, essas alterações não têm nada a ver com as palavras-chave ou conseguir indexar mais rápido.

Foque muito no seu conteúdo para o visitante e cada ano somente vai precisar se adaptar as novas regras ou mudanças em termos de SEO.

Conteúdo com 350 palavras ou mais.

Usar imagens nos artigos com a palavra chave principal e usar vídeos isso ajuda na diminuição da taxa de rejeição e aumenta o tempo do visitante no blog.

Sua palavra chave deve aparecer nas primeiras 100-150 palavras do artigo.

Algo que o Google ainda continua de olho e leva muito a sério são os spams fuja disso.

Você pode se concentrar em algumas soluções de tendências como o marketing de conteúdo, marketing de vídeo, infográficos e compartilhamento em sites de artigos.

Tempo de carregamento do site também conta muito e o Google observa.

Certifique-se de construir backlinks de qualidade, envolver-se em todas as plataformas de mídias sociais e verifique se o seu site/blog é responsivo e da suporte a dispositivo mobile.

O Google não vai avaliar a arte do seu site e sim a navegação e acesso à informação.

Outra questão que ainda pode dar muita atenção independente das novas métricas do Google:

Meta descrição contendo palavra-chave focada em grande volume de pesquisa, considere adicionar descrições para os seus posts, escreva artigos usando H1, H2, H3 e interligação para outros sites.

Algumas informações estão sendo passadas por alguns blogueiros como exigências em termos de SEO em 2015 eu digo que algumas dessas são basicamente ligadas a fatores de ranking, indexação e rastreamento (crawling), que fazem parte do termo de pesquisa.

Em termos de SEO guia 2015 pontos que podem ajudar pode ficar de olho que o Google gosta:

Domínios de correspondência exata, palavras-chave no domínio, idade do domínio, palavra-chave na URL, palavra-chave no título, palavra-chave na meta descrição, palavra-chave nas tags H1- H2 e H3, palavra-chave no corpo do conteúdo, velocidade do site, tamanho do conteúdo, otimização de imagens, links de saída, links internos, links quebrados, sitemap XML, Robots.txt, CTR – taxa de cliques, tempo de permanência na página, baixa taxa de rejeição, retorno do visitante e comentários no seu blog.

Não se esqueça de investir no Youtube ou qualquer outro site de compartilhamento de vídeos.

Algo recente que eu percebi que os vídeos orgânicos feitos e postados no Facebook conseguem ter mais visualizações que os vídeos que você posta com links do Youtube. Pelo visto o Facebook esta dando valor e querendo concorrer com os vídeos do Youtube.

Os artigos compartilhados no Google+ podem ajudar na hora de acelerar a indexação dos seus conteúdos.

Em uma recente atualização do Google agora precisa deixar com acesso livre no robots.txt aos arquivos CSS e JS.

https://blogmarketingonline.com.br/o-googlebot-nao-consegue-aceder-a-ficheiros-css-e-js-em-seu-blog/

Dicas que ainda precisa usar para fazer Onpage SEO.

1- Palavras-chave devem estar nas primeiras 100-150 palavras do artigo
2- Palavras-chave no título de página
3- Palavras-chave na URL da página
4- Palavras-chave em links externos
5- Palavras-chave em tags de cabeçalho (H1, H2, H3 e H4)
6- Palavras-chave nas tags alt da imagem
7- Palavras-chave no texto do artigo
8 Se usar algum programa de SEO no blog  mantenha keyword density 1,5%

Ufa esse é um mega SEO guia 2015 que na verdade são todos os pontos que o Google fica de olho ano após ano e nunca muda.

Estas são as tendências de SEO em 2015.

Indico a leitura do artigo White Hat SEO VS Black Hat SEO é para comer? O que é isso?

Qual a taxa de rejeição recomendável de um blog?

Se você tem por hábito estudar as métricas do Google Analytics já deve se ter deparado com uma das seguintes dúvidas: O que é taxa de rejeição de um blog? ou Qual a taxa de rejeição recomendável de um blog? Será que um percentual alto é algo preocupante?

O que é taxa de rejeição?

De acordo com o Google: “Taxa de rejeição é o percentual de sessões de uma única página (ou seja, sessões nas quais a pessoa saiu do seu site na página de entrada sem interagir com ela).”

“Diversos fatores contribuem para uma alta taxa de rejeição. Por exemplo, os usuários podem sair do seu site na página de entrada se houver problemas de design ou dificuldade de uso. Opcionalmente, os usuários também podem sair do site depois de visualizar uma única página, caso eles tenham encontrado a informação desejada nela e não tenham interesse em acessar outras páginas.”

Somente ao ler a própria explicação do Google pode-se inferir duas situações diferentes: o usuário acessou sua página e ocorreu algum problema ou até mesmo não encontrou o que queria ou pode ocorrer o oposto: ele encontrou o que queria, tirou alguma dúvida com o seu conteúdo e saiu da página.

Você já deve ter uma ideia do tempo de leitura dos artigos em seu projeto, vamos supor que tenha algo em torno de 800 palavras. Qual seria mais ou menos o tempo de leitura de somente um artigo? 3 minutos? No Analytics poderá acessar também o tempo médio de leitura e se for algo próximo significa que o usuário está lendo seu artigo na íntegra.

Li fontes nacionais e internacionais para entender mais sobre o assunto, mas algo que me intrigava era que em muitos blogs de autoridades nos assuntos e textos bons as taxas de rejeição são altas.

Qual a taxa de rejeição recomendável de um blog?

O Google explica ainda quais os critérios que deve analisar ou mesmo mudar para melhorar a taxa de rejeição.

Nunca tente manipular a taxa de rejeição para melhorar esta métrica. Pense que ao fazer isso poderá estar prejudicando estudos futuros em seu blog. O Google já não considera isso como elemento fundamental para SEO, pois é algo subjetivo, ou seja, há casos em que o visitante simplesmente leu e tirou sua dúvida ao ler seu artigo e saiu e nem por isso seu blog poderá ser penalizado.

Um processo natural é inserir links relacionados ao assunto que escreveu em um mesmo artigo. Por exemplo, se você escreveu algo relacionado a “Como economizar nas férias” poderá inserir links para outros artigos como: “Como economizar na compra de passagens aéreas”. Assim o usuário que gostou do seu primeiro artigo, certamente irá querer ler o outro artigo indicado.

O Sigu Marketing Digital cita algumas estatísticas que também encontrei em outras fontes e são percentuais mais próximos da realidade:

  • Websites institucionais e portais de conteúdo: 40-60%
  • Páginas para geração de leads: 30-50%
  • Blogs: 70-98%
  • Lojas virtuais:  20-40%
  • Sites de serviços: 10-30%
  • Landing Pages: 70-90%

Seus projetos também estão de acordo com estes percentuais? As taxas de rejeição estão altas? Deixe seus comentários.

Se você precisa de uma forma automatizada para acelerar o seu site no topo dos sites de buscas, aconselho fortemente que acesse o portal pbn com vários serviços automatizados clicando aqui.

Novas técnicas de SEO – Use e veja o seu blog decolar
5 (100%) 21 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

5 Comentários

  1. Giovan setembro 24, 2015
    • Claudio Gomes setembro 24, 2015
  2. Gustavo novembro 27, 2016
    • Claudio Gomes novembro 27, 2016
  3. Cezar julho 18, 2017

Deixe uma resposta