Paulo C. Teixeira – Entrevista com um mega profissional de SEO

Na internet você pode encontrar de tudo e até mesmo falsos gurus e grandes profissionais que fazem toda diferença no mercado digital e hoje consegui uma mega entrevista com o Paulo C. Teixeira. De forma carinhosa também conhecido como Ana-SEO.

Paulo C. Teixeira também conhecido como Ana-SEO cof cof coff (Brincadeira) é um profissional que faz toda diferença no mercado digital e posso afirmar esse passa cada dica fantástica. Nos grupos web que faço parte de tanto ele divulgar o serviço de uma outra profissional Ana-SEO o pessoal do grupo deu um apelido (associou) o nome do Paulo C. Teixeira a Ana-SEO no site fiverr.

Mas em termos profissionais o Paulo C. Teixeira é fora da caixinha e o canal dele no Youtube posta dicas totalmente diferenciadas e podem fazer toda diferença em qualquer projeto online.

Conteúdo

E vamos a entrevista com o Paulo C. Teixeira

1 – Por favor, fale sobre o seu trabalho e como chegou no mundo digital.

Primeiramente me apresentando, olá pessoal aqui é o Paulo C. Teixeira. Eu comecei como desenvolvedor web aos 14 anos criando sites para jogos e amigos em Fronte Page.

Este foi o pontapé inicial para ingressar no mundo web, são 18 anos de estrada digital. Com o passar do tempo fui me direcionando mais para divulgação e estratégias SEO, pois é o que eu mais gosto. SEO pra mim é como jogar vídeo game, depende de muita estratégia é empolgante, eu adoro.

2 – O que é SEO? Qual a sua utilidade?

SEO são técnicas utilizadas para fazer com que o buscador entenda melhor o conteúdo do seu site, o buscador é um robô e não devemos nos comunicar com ele igual se faz entre humanos, por isso existem estas técnicas para valorizar o que deve ser valorizado e mostrar ao buscador sobre qual assunto estamos falando e também sobre o que é ou não relevante em um conteúdo.

Além da questão de conteúdo interno, em SEO, trabalhamos o conteúdo externo. A geração de conteúdo externo é uma indicação, super relevante a SEO, é como se o Pelé falasse que você joga bem futebol (se vier de um grande site) ou se eu falasse que você joga bem.

A pessoa que foi indicada pelo Pelé terá um ganho de popularidade, enquanto a pessoa que eu indiquei vai ser só um pequeno comentário sem tanta força popular já que não sou um craque como o Pelé (não sou autoridade).

3 – Quem faz SEO?

Definitivamente qualquer pessoa que estude um pouco sobre SEO pode começar a fazer uma boa otimização em seu conteúdo e posteriormente iniciar a parte externa de criação de links. SEO é bem aberto, sem diploma, sem frescura, sem muitas regrinhas. SEO é mais tirar a preguiça de lado.

4 – Que ferramentas você usa para fazer SEO?

Para trabalhar o Onpage eu gosto muito de utilizar o Website auditor que é um programa do pacote SEO POWER SUITE, com ele consigo identificar falhas de conteúdo, link interno e força de keywords no texto.

Já para trabalhar Offpage, criação de backlinks, gosto de utilizar RankerX e GSA.

E para analisar o andamento dos projetos utilizo bastante o Ahrefs e Majestic.

E para analisar as posições do site na SERP do Google utilizo o Serplab.

5 – O que é o Google Sandbox? Para que serve?

Entendo Sandbox como um período que o Google coloca seu site em uma caixinha para análise. Durante o Sandbox ou também chamado Google Dance o site pode sair da pesquisa do Google para algumas palavras-chaves ou cair drasticamente às posições.

Isto não quer dizer que ele foi punido, apenas está em uma “análise” do Google. Geralmente ocorre quando se tem uma quantidade fora do comum de ações de links no site, por isso não recomendo o pessoal usar GSA na “louca”. Se um site que nunca teve link do nada aparece com 5.000 links na semana ele vai para Sandbox quase na certeza.

A busca pela naturalidade evita muito cair em Sandbox.

Dica para quem está na Sandbox: Coloque sempre em ferramentas de análise de keywords o seu domínio inteiro, assim você vai ver se entrou na sandbox ou se teu site realmente foi punido, pois nela você perde força nas keywords, mas mesmo assim sempre será encontrado com o endereço do seu domínio no Google.

6 – Qual é a diferença entre On Page SEO e Off Page SEO?

Como o próprio nome já diz, On Page é tudo que se trabalha dentro do teu site, que depende do seu conteúdo, estrutura e programação do site.

Off Page é o que você pode fazer por fora do site como criação de backlinks.

7 – Como você aumenta autoridade de uma página?

O aumento de autoridade pode ser facilmente explicado com o que eu disse na pergunta 2, mas vou exemplificar mais claro aqui.

Imagine o Pelé, ele é um cara de autoridade, vamos comparar ele a um grande site antigo e famoso.

Agora imagine o Pedrão, um pedreiro que joga futebol 1 vez ao ano e somente os vizinhos dele o conhecem e ele só tem 3 vizinhos. A popularidade dele é baixa.

Se você receber a indicação do Pelé a sua autoridade sobre Futebolista vai aumentar, pois ele tem grande autoridade.

Mas se receber a indicação do Pedrão a sua autoridade também vai aumentar, mas não tanto quanto a do Pelé.

Isto quer dizer que indicação é indicação, isto é, link é link. Trazendo a comparação para o mundo digital de Autoridade, qualquer link que você receba, desde que não seja um link de qualidade terrível vai te dar autoridade, uns com mais autoridade e outros com menos.

Por isso para adquirir autoridade em uma página você pode fazer duas coisas:

– PRIMEIRA: Faça uma análise em seu próprio site verificando quais páginas internas possuem melhores métricas de autoridade, PA, e nestas páginas você pode criar links para uma outra página interna que deseja alavancar a autoridade.

Exemplo: Sua página de Dicas de SEO está com autoridade PA 47. E você acabou de criar uma página falando sobre Backlinks. Vá até a página de Dicas de SEO e crie um parágrafo nela falando sobre técnicas de Backlinks e coloque um link bem feito para a nova página utilizando ALT e TITLE no link, procure dentro do conteúdo desta página de alta autoridade se tem mais algum lugar “dizendo” Backlinks, se tiver pegue todos estes termos e faça link ao novo post.

Desta forma uma página interna passa autoridade à outra.

– SEGUNDA: Crie links externos, tente localizar o “Pelé” ou o “Pedrão” para deixar seus links. Ou crie seus próprios Pelés e Pedros a partir de ferramentas como RankerX e GSA.

8 – Quais são os cuidados quando otimiza um site?

Likagem correta entre as páginas utilizando ALT e TITLE em todas elas. Mas não apenas no menu, deve-se linkar internamente as páginas dentro do texto mesmo, contextual.

O site não pode ser muito lento, digo lento se a nota no teste do Google de vermelho. Deixe seu site pelo menos como Amarelo, se der tente o verde. Mas não fique maluco em cima disto, basta seu site não ser lento que já está bom.

O site precisa obrigatoriamente ser mobile.

Recomendo fortemente que utilize HTTPS em seu site, o Google vê com bons olhos sites com SSL e ainda é um fator de ranqueamento. Evite spam de conteúdo interno, digo isto sobre a força da palavra-chave em um texto, evite repetir de forma pouco natural em tudo que é lugar.

Conteúdo spam não vai te ajudar em nada, se ele ranquear o teu cliente não vai converter, conteúdo spam é quando a densidade da palavra-chave em uma página supera 3 ~ 4%. Considerando aspectos Onpage são estes que recomendo.

9 – O que você entende por Cloaking? Deve usar ou não?

Pelo que entendo de Cloaking é mostrar algo diferente para o usuário do que está mostrando ao buscador.

Eu acho que tempo é dinheiro e eu prefiro dedicar meu tempo em ações mais sólidas que vão evitar problemas “bobos”. Prefiro gastar meu tempo criando uma ótima estratégia de conteúdo interno e externo do que tentar manipular o que o robô/usuário visualiza em meu site.

Também digo isso porque quando se cria um conteúdo você deve pensar em dois públicos, o usuário que é seu cliente e o buscador. Existem várias formas de agradar a ambos, o próprio Google deixa claro o que você pode fazer para valorizar o que tem que ser valorizado com uso de tags, programação e técnicas de criação de conteúdo.

E para o usuário você deve ser o melhor vendedor, imagine que ele está na sua frente e é hora de convencer o cara de que sua empresa, seu conteúdo e sua postagem é a melhor.

Dito isto, eu não utilizo Cloaking e jamais recomendaria alguém utilizar.

10 – Que métodos você aplicaria para diminuir o tempo de carregamento de um site?

Existem técnicas bem fáceis de se utilizar que não exige conhecimentos de programação, até comentei sobre elas em um curso gratuito que lancei no youtube sobre Curso de Seo OnPage. Segue as dicas:


  1. Utilize servidor cPanel para conseguir ativar o cache do Apache, vá até o cPanel e procure pelo botão OTIMIZAR SITE, lá você ativa um cache do próprio servidor, já vai aumentar sua velocidade
  2. Utilize um plugin de Cache confiável em seu WordPress, ou se for um site que não seja WordPress e não saiba usar plugin tente ativar o compressor gzip em sua hospedagem.
  3. Após criar todo seu conteúdo visite a página do “Google insights pagespeed”, coloque sua URL lá e faça o teste, ele vai gerar várias dicas. A mais simples delas é você ir até o final da página e baixar o pacote de dicas de imagens, css e javascript. Eles já vem prontos e otimizados. Mas antes faça backup do seu CSS e Javascript porque o que o Google fornece é Oneline, fica tudo em uma linha só e torna-se impossível futuras edições. Então coloque estes arquivos em seu site e tenha todo conteúdo otimizado com máxima velocidade

Se seguir estes passos acima o seu site vai provavelmente ter uma nota no mínimo 80 que já é uma velocidade super boa.

No curso que publiquei no youtube eu mostro como deixar verdinha a nota, mas isto depende de outros fatores e a ideia lá era mostrar o que qualquer um pode fazer sem ter que meter a mão na programação. A maior nota que eu já consegui foi 98, mas tivemos que fazer muito “malabares” para isto ser atingido.

11 – Quais são as mídias sociais que você usa para fazer marketing/divulgação? E quais são as vantagens?

Eu gosto muito de usar os principais: Twitter, Facebook, Pinterest e Google +.

O legal destes é que você pode publicar qualquer coisa, qualquer assunto, sendo empresa ou não empresa, enfim, é geral né. Linkedin eu uso em alguns casos de corporativo.

A vantagem dele é simples, como sou um cara das antigas eu testava coisas que hoje em dia as pessoas nem dão muita bola.

Exemplo: lá nos primórdios a melhor e mais prática forma de ranquear um site era criar algumas contas em redes sociais no nome da empresa mesmo, super natural, e trabalhar criação de publicações nestas redes direcionando ao site do cliente. Isto dentro de pouco tempo dava um ganho de posições absurdas e é totalmente White Hat.

Com a onda de SEO forçado, Black Hat, as pessoas esquecem de técnicas simples. Um website ter algumas redes sociais é super natural e todos os links publicados nelas vão gerar a indicação do Pedrão ou do Pelé e ajudar na autoridade do conteúdo.

12 – O que você sugere para o cliente que tem um site feito em Flash?

Se ele tem 1 ou outro flash no lugar eu recomendo mudar a animação para jQuery. Flash é pesado, inseguro e não se usa mais à muito tempo.

Agora se o site for todo em Flash eu indico fazer um novo site.

13- Como você faria SEO para esse site que o cliente não quer tirar o Flash?

Se o site fosse todo em Flash eu não faria, os resultados seriam ruins e se o site está em Flash ele no mínimo é mega ultrapassado.

14 – Quais são as áreas mais importantes para incluir as palavras-chave?

As páginas de menus de um site geralmente estão em todas as páginas, então ali deve-se ter um cuidado especial com a palavra-chave foco principal do site ou da empresa.

Além dos menus deve-se utilizar palavras-chaves no conteúdo de forma contextual e natural.

15 – Um cliente pode dar acesso apenas uma ferramenta, qual você escolheria, Webmasters ou Analytics?

Considerando que o site dele já está 100% no Webmaster posso pegar só Analytics.

Mas se o site do cara nunca esteve no Webmaster, não tem sitemap, robots e nem nada, preciso usar é o Webmaster porque não terei nada a analisar no Analytics.

16 – Que aspectos um hiperlink é importante para SEO?

Ajuda o usuário a encontrar o conteúdo sobre determinado tema, não é atoa que link contextual é valorizado pelo Google. Definitivamente o Google valoriza muitas coisas sempre pensando no usuário.

E outro fator é o que já comentamos aqui de autoridade, a partir de um link você consegue “indicar” um conteúdo/site e transmitir autoridade a ele.

17 – Por que as metatags são importantes?

As metatags são conteúdos criados exclusivamente ao buscador, mas pensadas ao usuário. Description, por exemplo, você não vai criar uma descrição que não chame a atenção para gerar o clique, geralmente se faz pensando em “matar” a dúvida e fazer com que o usuário de o clique. Esta descrição é uma metatag bastante importante.

18 – Do ponto de vista de SEO, o que seria melhor: um site grande ou sites menores?

Grande, quanto maior o site, maior as estratégias que podem ser adotadas.

19 – Como você sabe quanto pagar por um link de texto de outro site para o seu?

Verificando a autoridade desta página assim como a qualidade dos links que são enviadas para aquela página. Se for um Pelé vale ouro.

20 – Você usa estratégias separadas de SEO para o Google e Bing? Ou é tudo a mesma coisa?

Para mim é a mesma coisa, tem um robô ali e tem um humano que vai pesquisar.

21 – Qual técnica pode ser considerada antiética e pode ser uma razão para ser banido dos buscadores?

Segundo as regras do Google qualquer coisa que for manipulada, trabalhar com links não é 100% seguro, porém nada na vida é seguro.

Agora antiética eu já entendo como diferente do que chamamos de Black Hat. Antiético pra mim é você querer prejudicar seu concorrente, fazer ações contra os outros, isto é podre.

22 – Explique algumas técnicas práticas de SEO?

Elaborar um conteúdo rico de qualidade com imagens, vídeos e texto interessante que faça a pessoa querer ler. Recomendo em conteúdo utilizar estrutura de “Livro”, é outra coisa legal que eu comento no meu Curso gratuito de Seo Onpage que está no youtube.

Se você montar o conteúdo com H1, H2, H3, fica muito mais fácil para elaborar o conteúdo e o usuário terá uma experiência melhor e com essa experiência melhor você terá  conversões melhores.

Após pensar no conteúdo, otimize seu site como foi dito na pergunta 10.

Após otimizar o carregamento crie suas mídias sociais e faça interação de links com compartilhamento conforme explicado na pergunta 11.

Após isso caso você tenha interesse em partir para backlinks procure seus Pelés e Pedrão por aí em comentários de sites famosos.

Estas ações qualquer um pode fazer sem grandes conhecimentos.

23 – Qual deve ser a densidade de palavras-chave quando escreve um artigo?

Em meus projetos eu trabalho da seguinte forma: Se for focar em 1 keyword eu uso 3% para ela, se focar em 2 keywords: 3% na principal e 2% na secundária e se for 3keywords: 3%, 2% e 1%

24 – Se você fosse contratado para trabalhar o SEO de alguns sites de tecnologia, desentupidora, engenharia e sorveteria o que você faria para construir backlinks?

Eu gosto de ser criativo e utilizar tudo que está ao meu favor.

Primeiro iria analisar a dificuldade das palavras-chaves a serem ranqueadas.

Para as mais fáceis eu iniciaria um On Page bem trabalhado com compartilhamento em redes sociais. Muitas vezes este tipo de ação já da um ótimo resultado sem ter que trabalhar pesado com backlinks.

Para as médias e altas eu faria o mesmo que o citado acima e criaria uma rede de links de forma mista bastante criativa com máxima segurança utilizando PBN, Web 2.0 e links gerados a partir do GSA.

25 – Você acaba de lançar um novo site e infelizmente ninguém visita. O que você faria para o sucesso em termos de SEO?

Faria exatamente o citado na pergunta 24, primeira analise se eu estou em uma situação de fácil ranqueamento ou médio-alto e depois iniciaria a ação interna e externa em meu site.

26 – Paulo C. Teixeira informe os seus projetos online. O que você espera da blogosfera para o futuro?

Hoje eu trabalho com vários tipos de projetos, desde conteúdos, treinamentos até afiliados. Eu nunca gostei de fazer apenas 1 coisa, diversificar para mim é o melhor caminho do sucesso e evita ficar de saco cheio do trabalho.

Sobre o futuro, basta olhar na rua, alguém está olhando para você? Não, estão todos olhando para baixo, para a palma da mão, para o pc, para o celular. Cada vez mais as pessoas são digitais e acredito que estamos apenas no começo.

Para quem quer aprender um pouco mais sobre SEO, Black Hat, GSA, RankerX, Youtube e assuntos relacionados a marketing digital de uma passadinha no meu Blog Fica a Dica e no Canal Fica a Dica

Link do blog: https://ficaadica.blog.br/
Link do canal: https://www.youtube.com/c/FicaaDica

Paulo C. Teixeira – Entrevista com um mega profissional de SEO
5 (100%) 7 votes

8 Comments

  1. Juliano Marcos de Farias janeiro 20, 2017
  2. Borgesi janeiro 20, 2017
  3. Paulo C. Teixeira janeiro 20, 2017
  4. Elton Bonfim janeiro 21, 2017
  5. caio janeiro 23, 2017
  6. toni jeison francisco abril 10, 2017

Leave a Reply

Digite abaixo a numeração *