-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.

Coloque abaixo o seu melhor email e fique atualizado:

Delivered by FeedBurner




Usuários spam wordpress tutorial – Aprenda como criar a sua lista de spam

Lista de spam

Spam wordpress o coisa ruim, porém hoje você vai gostar e aprender como usar ao seu favor. Quem tem site e usa wordpress sabe a tonelada de comentários spam que pode receber. Leia tudo e conheça como aproveitar essa situação.

Para quem é contra não leia até o final a não ser que fique curioso.

Novamente vou criar um artigo memorável e único hoje no Brasil sobre o assunto. Claro com o tempo o pessoal vai criar outros artigos e vídeos melhores que esse de hoje. Porém isso é excelente e espero que possa ajudar ao máximo cada um.

Vou dar um exemplo de um artigo que era único na época e bombou https://blogmarketingonline.com.br/dofollow-links-wordpress-aprenda-como-aumentar-autoridade-do-seu-blog/

No final do artigo vai encontrar uma dica extra sobre spammers.

Normalmente você encontra artigos sobre wordpress delete spam comments hoje é totalmente contrário a isso.

A ideia surgiu depois que eu resolvi dar uma arrumada nas categorias do blog e separar algumas coisas. Criei uma área sobre site adulto. Esse artigo tem uma boa quantidade de tráfego e não monetizo com adsense, pois não é aceito, porém ganho com afiliados indicados no artigo. Esse artigo estava na categoria Ganhar Dinheiro. Agora separado em uma categoria somente sobre o assunto tráfego/cliques direto melhorou também.

Outra categoria que eu criei foi Black Hat que estava dentro da categoria Backlinks.

Estou fazendo alguns testes até para aumentar o tempo de permanência dentro do Blog Marketing Online.

A ideia é + – parecida com o uso do scrapebox (canivete suiço), porém de forma humilde kkk e baratinho. Já vou avisando dá um certo trabalho, porém é 0800.

Para você ter ideia o scrapebox que é uma ferramenta poderosa e pode ver o valor direto no site http://www.scrapebox.com/, porém consegue achar alguns sites com desconto. Porém não é somente comprar o scrapebox tem algumas ferramentas a mais que precisa, comprar/adicionar nele fora a lista de sites para comentários spam.

Esse pequeno tutorial do scrapebox foi feito pelo Anderson Makiyama:

Se há uma ferramenta que vai ter vida longa é o Scrapebox, pois não se trata de um software limitado a poucas funções, mas sim uma verdadeira caixa mágica com centenas de funções super essenciais para quem trabalha com SEO e marketing digital em geral. É um software digno de ser chamado de Canivete Suíço do SEO, pois com apenas uma ferramenta você tem em mãos infinitas possibilidades. O limite é a sua imaginação.

Para você melhor entendê-lo, entenda-o como uma caixa de Ferramentas, de onde você pode tirar centenas de ferramentas para fins diversos. Nesse tutorial vou apresentar as principais funcionalidades do Scrapebox para você poder captar o potencial da ferramenta.

Entendendo a Janela Principal do Scrapebox

Quando você Abre o Scrapebox pela primeira vez pode achá-lo complexo demais, cheio de opções e muito confuso. Porém logo que começa a usar a ferramenta entenderá que é bem simples e fácil de entender como ele funciona.

Para melhor explicar, dividi essa tela principal em 5 seções. Vamos lá:

  • Seção 01: Nessa seção você digita as palavras-chave das quais você irá utilizar na busca, ou os footprints, que são na verdade comandos com operadores para encontrar coisas específicas no buscador. Inclusive fiz um artigo sobre os Operadores do GOogle.

Note que essa janela é apenas para preparação do que será buscado. Quando tiver terminado de preparar, você deve ir pra seção 02 clicar no botão “Start Harvesting” dessa seção. Ainda na Janela 01 você pode clicar no botão “Scrape” e depois em “Keyword Scraper” para utilizar o Scrapebox para encontrar palavras-chave para vocês.

Ao fazer isso uma nova janela é aberta, que no caso é a janela do KeywordScraper. Nessa Janela basta você digitar algumas palavras-chave, selecionar as fontes, e depois clicar em “start”. Ao concluir a busca das palavras, você deve clicar em “Export” e em “Save all keywords to scrapebox keywords”. Feito isso pode fechar a janela do “Keyword Scraper”. As palavras-chave serão transferidas para a seção 01 do Scrapebox.

  • Seção 02: É a Seção que vai mostrar os urls scrapeados. Aqui não tem segredo, basta clicar no botão “Start Harvesting” para iniciar a brincadeira. Nessa hora uma nova janela será aberta. Veja:

Na janela lateral esquerda você deve marcar quais os buscadores quer usar para executar o scrapeamento. Para iniciar a “raspagem” clique em “Start”. Ao concluir, será aberto uma nova janela com estatísticas do trabalho. Clique no botão “Exit to Main” para que os resultados sejam importados para a seção 02 da janela principal. Feito isso pode fechar as janelas abertas.

Todas as Urls encontradas serão importadas para a janela da seção 02, de onde você poderá executar mais funções ou exportar essas urls.

  • Seção 03: Essa seção permite você alimentar o seu Scrapebox com Proxies.

Note que para tirar o máximo de proveito do poder do Scrapebox você precisa utilizar proxies. Nessa seção não tem nenhum segredo, basta cadastrar sua lista de proxies para que o programa possa utilizá-las nas tarefas de scrape ou postagem.

  • Seção 04: Nessa seção você tem acesso ao postador de comentários do scrapebox. Confesso que nunca utilizei esse recurso, mas tudo indica que serve para submeter comentários em blogs de forma automática, ou submeter formulários de contato em massa.

Vou ficar devendo mais informações sobre essa seção, pois realmente não utilize essa parte do scrapebox.

  • Seção 05: Nessa seção você tem uma série de funções para serem executadas nas urls que estão na seção 02. Você tem aí o seguinte:
    1. Remove / Filter: Uma séria de filtros e opções de limpeza, como por exemplo remoção de urls duplicados.
    2. Trim: Opções de limpeza de espaços antes e depois dos urls e outras.
    3. Check Metrics: Busca métricas dos urls a partir do Yandex.
    4. Check Indexed: Verifica se os urls estão indexados no Google, Bing ou Yahoo.
    5. Grab/Check: Aqui é um menu bem eclético, oferecendo opções bem curiosas, como pegar email, pegar links, pegar, checar disponibilidade de dominio, etc, etc. Há inclusive uma opção pra você customizar o seu próprio Grabber para pegar conteúdo específico que você quiser. Esse Grabber customizado trabalha com Expressões Regulares.
    6. Import Url List: Se você quiser modificar a lista de urls que está na seção 02, você tem aqui opções de importar novos urls, incrementar, substituir, etc.
    7. Export url List: Aqui você encontra opções de exportação dos urls.
    8. Import/Export Metrics: Opção para importar ou exportar as métricas dos urls.
    9. More List Tools: Mais algumas funções para trabalhar com a lista da seção 02.

Note que você também pode clicar com o botão direito do mouse sobre a lista para ter acesso rápido a diversas funcionalidades que são aplicáveis a ela.

Perceba que o Scrapebox não é apenas isso que você vê na tela principal. Há dezenas de mini ferramentas embutidas dentro dele, e que são acessíveis pelos menus, tools, addons e Premium Plugins.

Detalhe que os Premium Plugins precisam ser comprados separadamente. Funciona assim, você adquire o plugin premium que você quer, e dentro de algumas horas eles liberam esse plugin para você, então bastará atualizar a janela de plugins premium para ver disponível o plugin que você comprou, clicar e instalar. Após isso o plugin premium ficará disponível para uso.

Ferramentas do Scrapebox (Tools)

Você tem acesso às Ferramentas do Scrapebox através do menu superior “Tools”. Temos aí o seguinte:

  • Name And Email Generator: Gera Nomes e Emails aleatórios pra você.
  • Scrapebox Text Editor: Um editor de Texto com algumas opções avançadas. (De vez em quando uso esse editor pra inserir um prefixo ou sufixo em todas as linhas.)
  • Text File Converter: Serve para converter a codificação de um texto. (Nunca usei).
  • Setup Cloud Storage: Acesso para você poder entrar com seus dados do OneDrive, Google Drive, Dropbox, etc.
  • Check Text File for Erros: Permite selecionar arquivos de texto para verificar erros.
  • Bulk Anchor Text Creator: Criador de Links Avançado. Permite entrar com uma lista de Palavras-chave e com uma lista de urls, e a ferramenta vai criar os links pra você automaticamente. Tem ainda opções como: “adicionar o atributo título”, “um link por palavra-chave”, “um link por url”, “abrir em nova janela”, “usar BB codes”.
  • Batch Randomize for Text Files: Muda a posição de algumas partes do texto de forma randômica. Permite fazer isso em massa em vários arquivos de texto.
  • Text File Tool: Permite Executar algumas funções com textos, como por exemplo: remover a parte duplicada de dois textos, dividir um texto grande em várias partes pequenas, ordenar as linhas, extrair determinadas linhas do texto…
  • Indexification Service: Permite você configurar sua API do Indexification.

Scrapebox Addons

Nesse menu temos toneladas de mini ferramentas com diversas funcionalidades. Veja um resumo de cada uma abaixo:

  • Scrapebox Alive Check: Permite checar se um site ou url está “vivo” ou “Morto”. Ele tem opções avançadas que permite você definir qual status de resposta deve ser considerado “vivo” e qual deve ser considerado “Morto”. Por exemplo, havendo redirect (301,302,…) ou erro 404 você pode mandar marcar como “Morto”.
  • Scrapebox Backlink CHecker: Pega até 1000 backlinks de um site ou url e analisa-os com métricas da MOZ.
  • Scrapebox Bing Image Grabber: Permite encontrar imagens pelo Buscador de Imagens do Bing. Também é possível baixar essas imagens para o seu HD.
  • Scrapebox GOogle Image Grabber: O mesmo da opção acima, porém usando o Buscador de Imagens do Google.
  • ScrapeBox Link Extractor: Extrai links (internos ou externos) das urls que você quiser. (Bem útil para encontrar backlinks quebrados)
  • ScrapeBox Page Authority: Permite obter o PA, DA, o MozRank e o número de Backlinks em massa através da API da Moz.
  • Scrapebox Page Scanner: Identifica CMS ou determinados dados em uma lista de urls. Por exemplo, você pode saber quais urls estão usando o wordpress, ou quais sites estão usando Google Ads, etc. Você mesmo pode definir o que é para ser buscado, com texto e html ou Expressão Regular.
  • Scrapebox Sitemap Scraper: Scrapeia mapas de sites e paga a lista completa de urls. É uma alternativa ao invés de pegar apenas as urls do site que o Google indexou.
  • Scrapebox TDNAM Scraper: Permite listar dominios no processo TDNAM da GOdaddy, importar esses domínios e analisá-los à luz das métricas.
  • Scrapebox Vanity Name Checker: Permite verificar se nomes de uma lista estão disponíveis em webs 2.0 como twitter, wordpress, pinterest, youtube, etc. No caso, isso seria útil para registrar web2.0 expiradas com altas métricas.
  • Scrapebox Malware and Phishing Filter: Permite verificar quais sites foram infectados com malware ou foram marcados como phishing nos últimos 90 dias.
  • Scrapebox Alexa Rank Checker: Obtém o Rank do Alexa da sua lista de urls.
  • Scrapebox Audio Player: Que tal escutar sua lista de músicas preferidas enquanto trabalha? Essa é definitivamente a Ferramenta mais Importante do Scrapebox!
  • Scrapebox Chess: Putz! Os caras pensaram em tudo. Colocaram até um joguinho de Xadrez para passar o tempo enquanto o Scrapebox trabalha. Veja só:
  • Scrapebox Port Scanner: Um programinha que lista toda as conexões ativas, as portas que elas estão usando, status, IP remoto e outras informações. Interessante para vigiar as conexões ao seu computador.
  • Scrapebox Bandwidth Meter: Mede a sua banda de update e download.
  • Scrapebox Broken Links Checker: Acessa sua lista de urls e verifica os links existentes em cada uma, e exibe um relatório sobre esses links, se estão ativos ou quebrados.
  • Scrapebox Google Competition Finder: Retorna o total de resultados estão indexados no google por cada keyword da sua lista. Possível verificar o número de páginas indexadas do site especificado também.
  • Scrapebox GOogle Cache Extractor: Obtém a data do cache de uma lista de urls. É uma forma de saber a data do cache de vários urls de uma vez.
  • Scrapebox Outbound Link Checker: Permite carregar uma lista de url e então mostra quantidade de links internos e externos tem cada página.
  • Scrapebox Social Checker: Pega as métricas dos sinais sociais, como facebook, google+, linkedin, pinterest…
  • Scrapebox DupRemove: Permite unir diversos arquivos com listas (Até 180 milhões de linhas) e depois remove as urls duplicadas ou os domínios duplicados.
  • Scrapebox Whois Scraper: Pega detalhes de Whois da sua lista de dominios. Dentre os dados coletados estão: nome do registrante, email, se está disponível para registro, data do registro e data da expiração, etc.
  • Scrapebox Mass Url Shortener: Encurta um url ou lista de urls em diversos encurtadores como o tinyurl.
  • Scrapebox Dofollow Test: Carrega seus backlinks e descubra se são dofollow ou nofollow.
  • Scrapebox RapidIndexer: Ferramenta que auxilia na Indexação, submetendo seus links em massa para Whois, Statistic, e sites similares que ajudam a indexar. É possível usar sua lista de indexadores também.
  • Scrapebox Article Scraper: Pega artigos relacionados aos keywords de diversos diretórios e salva em seu computador. Permite remover emails e links dos artigos antes de salvar.
  • Scrapebox Anchor Text Checker: Funciona assim, você carrega o seu site e os backlinks, daí essa ferramenta vai analisar os texto âncora de cada um e exibir um relatório detalhado pra você. Bom pra vocÊ saber como está a percentagem de cada texto-âncora dos teus backlinks.
  • Scrapebox Redirect Check: Permite subir uma lista de urls e chegar todos os redirect e o url final. Ao final um relatório com todos os redirecionamentos (inclusive com os códigos e tipos) é exibido.
  • Scrapebox Social Account Scraper: Obtém o link das redes sociais dos sites da sua lista, como facebook, twitter, etc.
  • Scrapebox Youtube Downloader: Permite baixar vídeos do youtube, vimeo e dailymotion. Além do vídeo em várias resoluções é possível baixar apenas o audio, thumbnail, métricas como like, views, author, etc.
  • Scrapebox GOogle Meta Scraper: Basta entrar com a lista de palavras que o programa consegue pegar metagas como título, descrição e url dos sites ranqueados para elas.
  • Scrapebox GOogle Mobile Site Tester: Ferramenta que automatiza o processo de checagem do site no Teste de dispositivo móvel do GOogle. Útil quando se quer testar diversos sites ou urls de uma vez.
  • Scrapebox Domain Resolver: Permite obter dados de domínios em massa. Os dados em questão que essa tool retorna são: ip, país, estado, cidade, latitude, longitude.

Agora vamos a ideia original do artigo que eu vou Claudio Gomes, vou explicar que é bem simples e vai entender lendo até o final.

A ideia é criar links tier 2 e 3. Vai aproveitar os comentários spam que chega no seu blog e dar, um scan para criar a sua própria lista de sites para spam free wordpress.

Eu avisei acima caso não concorde com a ideia pare de ler agora somente fique, se for curioso ou deseja aprender.

Então vamos ao primeiro passo spam wordpress blog

Se você usa wordpress logue no seu admin e veja se recebeu algum comentário spam. Lembrando se você tiver algum plugin anti spam de bloqueio de comentários/spam tipo akismet precisa desativar. Pense bem antes de fazer isso.

usuarios spam wordpress tutorial

Tem uns capirotos deixando comentários spam 79 ao todo deveria ficar bravo, masss eu gostiuuuu kkkk.

WordPress spam posts

spam free wordpress

Eu gosto muito de pegar e analisar usuarios spam wordpress dos gringos essa rapaziada pega pesado.

Atenção não é para aprovar esses comentários spam no seu blog.

Atenção esses comentários spam no qual você vai aprender não é para jogar esses links spam direto para o seu site. Expliquei no começo serve para usar em links tier 2 e 3. Se você não sabe o que é link tier da uma lida nesse artigo Tiered link building e no google tem vários artigos sobre o assunto. Lembrando você pode mandar esses links de spam para qualquer URL para reforçar menos/nunca direto para o seu site.

Também pode ler esse artigo: Tiered Link Building – Guia em Português

Primeiro passo você precisa ter o ahrefs https://ahrefs.com/. Ahrefs tem diversas, porém não é barato. Nesse caso aconselho que use alguma tool compartilhada que fica baratinho. Existem várias no Brasil as que usei e gostei são essas:

https://seopack.org/

Qualquer problema com os sites de ferramentas compartilhadas precisa resolver direto com eles.

Após assinar o site de ferramentas compartilhadas o primeiro passo é pegar o login e senha do ahrefs.

ahrefs

Agora abra o site https://ahrefs.com/ para logar.

Obs.: Algo que eu gosto de fazer e estudar como essa pessoa que fez o spam no meu blog, qual estratégia está usando no projeto dele. Analise tudo e estude o que pode fazer.

Volta no seu site wordpress que tem os comentários spam. Selecione um deles e jogue a url no ahrefs.

Wordpress spam posts

Esse tem 761 backlinks. O que você vai fazer é clicar em cima da opção do número de backlinks e baixar a lista de backlinks. Já pode usar esse site do print para você baixar a sua primeira leita de sites para spam.

Spam wordpress blog website

spam wordpress blog website

Vai clicar na opção para exportar essa lista para o seu pc. Baixei a planilha.

comment spam wordpress

Estou avisando novamente se você não concorda com isso pare de ler agora.

Se deseja continuar aprendendo abra a planilha que baixou do ahrefs no seu pc.

Spam wordpress comments

Spam wordpress comments

Agora copie todas as urls e coloque em um txt e salve.

Detalhe: Lembrando que baixei somente de um site conforme o print acima, porém você pode analisar os sites da lista que baixou e ver se tem mais sites, com backlinks e baixar mais lista para aumentar o seu repositório para spam.

Ufa eu avisei que dá trabalho, porém vale a pena e sai barato. Somente para você ter uma ideia hoje eu tenho, uma lista com mais de 100 mil sites para comentários spam. Preciso sempre alimentar essa lista, pois sempre um site desses de spam pode sai do ar ou o dono do site não receber mais comentários spam.

O programa que uso upei e você pode baixar 0800 https://www.mediafire.com/file/11mr5paly2loqkc/links-dofollow-wordpress.rar/file.

Alguns antí vírus podem acusar vírus, porém não tem fica tranquilo em alguns casos terá que desativar o anti vírus para usar o programa. Após baixar descompacte.

Spam wordpress blog url

Você vai encontrar o SEO Machine Pro e URList.

Primeiro passo eu uso o URList para limpar a lista de sites.

spam wordpress blog url

Agora clica em “Abrir Lista de Sites” e adiciona o txt que baixou.

Agora clica na opção “Retirar Urls Iguais”.

Agora clica na opção “Retirar Servidores Iguais”.

Nesse caso do txt que baixei com 761 backlinks reduziu para 274 sites.

Agora clica na opção “Salvar Lista Alterada” e salva esse novo txt.

Agora vai abrir a pasta do “SEO Machine Pro” e vai executar o SEOMachinePro dei um nome para ele criador de url.

SEO Machine Pro

Clica na opção “Comment Poster”.

WordPress spam comments free

Eu não vou explicar tudo sobre como usar e nesse caso aconselho que pare um pouco para, assistir o vídeo abaixo para aprender como usar, essa ferramenta e vai gera link de graça para você. Essa ferramenta não tem mais atualização e tem alguns bugs, mas quebra o galho para o que desejo fazer como um gerador de links. Atenção o idioma do vídeo não esta em português, porém consegue entender perfeitamente como funciona e como gerar link.

Atenção: Se for usar o scrape de comentários do programa para criar a sua lista de comentários, precisa ter cuidado e limpar a lista que o programa puxa de outros sites as vezes, ele puxa a url de quem fez o spam e você não quer divulgar a url dessa pessoa. Você pode criar a sua própria lista de comentários. Uma forma simples entra no google e baixa uma wordlist de cidades, nomes, países pense em algo. Dessa forma terá a sua lista de comentários spam limpa.

Backlink speed

Agora que você viu e aprendeu como usar a ferramenta vamos continuar. No meu caso já está tudo configurado e coloquei/upei na ferramenta o txt com as urls para spam.

wordpress spam comments free

Deixo o scan rolar clicando em “Start Posting”.

Somente uma observação.

Caso não dê certo essa primeira lista faça conforme expliquei mais acima veja os sites, onde ele fez spam se tem outros comentários spam, analise os sites e baixe os backlinks e faça o mesmo procedimento indicados acima.

Como provavelmente será a sua primeira lista de sites spam aconselho rodar a ferramenta para spam, e quando terminar limpar conforme o tutorial vídeo e deixar somente os que deu resultado, positivo e fazer isso com as próximas listas, e acrescentar os positivos nessa lista principal. Dessa forma sempre terá uma boa lista de sites para spam.

Dica extra.: Se você leu até o final agora vai uma mega dica, plus, blaster. Quando você assina uma ferramenta compartilhada normalmente, tem acesso ao indexador que é o indexification.

SEOPACK

Logado no indexification você pode baixar uma planilha com os links que o pessoal upou.

indexador INDEXIFICATION

Vai na aba “Campaigns” e clica na opção “Export All Links”. Agora você terá a sua primeira lista spam e faça todos os passos desse tutorial.

Da uma moral compartilhando. Se você achar que deve e quiser em algum artigo no seu blog pode criar um link para esse artigo se for útil.

4 comentários em “Usuários spam wordpress tutorial – Aprenda como criar a sua lista de spam”

  1. Eu gosto muito de visitar sempre o blog do Claudio, ele sempre tem dicas e sacadas sobre que nunca são apresentadas por ninguém que eu conheço. Sempre que estou buscando alguma dica ou orientação sobre marketing digital ou seo um dos primeiros lugares que procuro é aqui no blog do Claudio. E o melhor de tudo é que ele vai direto ao ponto sem enrolação. Obrigado por mais este artigo 🙂

Deixe uma resposta