Edney-Souza

Entrevista com empreendedor e blogueiro Edney Souza mostrando a realidade do mercado

Posso dizer e afirmar que essa entrevista você vai abrir os seus olhos com Edney Souza que tem uma visão bem diferente de mercado. Mais uma vez vou afirmar ele é o cara e de um conhecimento absurdo. Conheça agora essa história fantástica.Edney-Souza

Vou dizer baixinho para ninguém ficar sabendo (kkkkk) eu precisei pular, gritar, pedir e pedir várias vezes para conseguir essa entrevista com essa pessoa fantástica que é o Edney Souza. Brincadeira a parte, porém foi um grande prazer conseguir essa entrevista com ele que tem um conhecimento absurdo.

Conteúdo

Entrevista fantástica com o Edney Souza

1 – Fale um pouco sobre a sua história.

Eu nasci em 1976, aprendi a programar computadores em 1989, comecei a trabalhar em 1990 com desenvolvimento de sistemas, em 1995 acessei a internet pela primeira vez, fiz meu primeiro site em 1996, em 1997 fundei um blog pessoal que mantenho até hoje, ganhei meus primeiros trocados com internet em 2002, em 2005 passei a me dedicar exclusivamente a comunicação e desde 2012 trabalho como consultor de marketing.

2 – Deu inicio no marketing online com quantos anos? Quando olhou pela primeira vez qual foi o seu sonho (desejo)?

Eu tinha 26 anos quando comecei a ganhar algum dinheiro com banners no meu site, em 2004 eu já ganhava mais dinheiro com publicidade no meu site do que trabalhando como Gerente de Sistemas, então em 2005 eu pedi demissão e passei a me dedicar exclusivamente a internet. Meu primeiro grande projeto foi um portal de blogs que durou de 2007 a 2013. Eu já batalhava para democratizar a publicação de conteúdo desde 2000 dando dicas de como criar blog e criar o primeiro portal de blogs profissionais no Brasil com certeza foi um passo importante para consolidar muito do meu aprendizado ao longo desses anos.

3 – Edney Souza qual a sua opinião para o mercado de afiliados e vendas de produtos online?

Eu gosto muito do modelo de afiliados desde que você venda produtos reais e de boa qualidade. Um site que dá dicas de exercícios e alimentação saudável pode ganhar muito dinheiro com um afiliados de suplementos. Um site de moda e beleza pode ganhar com afiliados de cosméticos.

Também gosto de produtos online que ensinam algo real. Um livro que ensine a criar sites, que ensinem a montar um e-commerce, que ensinem artesanato, etc.

Tenho muito receio de infoprodutos ou afiliados que vendem a si mesmo, no fundo não são diferentes do esquema de pirâmide. Existem muitos programas que te ajudam a “ficar rico” vendendo livros e cursos ensinando a vender os livros e cursos para “ficar rico”. É o tipo de esquema que só beneficia quem está no topo.

Antes de entrar num programa de afiliados certifique-se de que o produto ou serviço que você está vendendo é algo que você encontraria naturalmente numa loja física e que você não depende de montar uma rede de afiliados para ser premiado e nem as pessoas precisem comprar algum kit para fazer parte do “esquema”.

4 – Qual a sua opinião sobre ganhar dinheiro online?

É possível ganhar muito dinheiro online, mas não existem fórmulas mágicas, infelizmente muitos gurus vendem receitas de bolo e as pessoas acreditam que vão ficar ricas da noite para o dia.

Uma dica importante: se já tem muita gente ganhando dinheiro com alguma coisa a chance de você também conseguir ganhar dinheiro com a mesma coisa é muito pequena.

Todo os dias vejo novas pessoas enriquecendo com produtos e serviços vendidos online, são pessoas que NÃO copiam o que outras pessoas estão fazendo.

Você pode ganhar muito dinheiro vendendo algo novo, acredite não é tão difícil assim. Já tem alguém vendendo comida congelada? Que tal você vender comida congelada orgânica? Comida congelada para vegetarianos? Para veganos? Para pessoas com intolerância a glúten? Para pessoas com intolerância a lactose? Para crianças? Para idosos? Fast Food? Comida Oriental? Uma combinação de várias dessas coisas.

Muitos produtos e serviços precisam de um suporte regional, outras vezes as pessoas estão dispostas a pagar mais caro por algo de maior qualidade, ou então falta uma opção mais barata. Tente ser essa opção diferente, que atende pessoas diferentes ou que entregue algo diferente.

5 – Edney Souza quando começou a ter resultados financeiros online? Qual a sua opinião para quem começar hoje querendo ganhar dinheiro na internet?

Em 2002 eu já ganhava o suficiente para pagar a hospedagem do meu site. Naquela época tinham menos pessoas na internet, mas o público de maior poder aquisitivo já estava online. Com o passar dos anos entrou mais gente na internet, gente com menos poder aquisitivo e mais gente começou a produzir conteúdo.

O resultado dessa equação é o seguinte: O conteúdo na internet aumentou numa proporção maior do que o dinheiro gasto na internet. A cada ano o conteúdo na internet dobra e o e-commerce cresce 15 a 20%.

Quem começa hoje a ganhar dinheiro na internet precisa procurar novas fórmulas, as antigas não funcionam mais.

6 – Trabalha com anúncios no seu blog? Se não qual o motivo?

Não tenho mais anúncios no meu blog, quando eu comecei você conseguia ganhar até R$ 20,00 por CPM ou R$ 1,00 por clique. Hoje você ganha centavos por CPM e as vezes até menos que um centavo por clique, não paga as contas e polui muito o conteúdo.

Prefiro hoje deixar meu site mais leve para vender mais meu serviço de consultoria do que poluir com anúncios e passar uma imagem pouco profissional.

Sites abarrotados de anúncios ficam parecendo classificados, você pode estar perdendo dinheiro no desespero de ganhar com anúncios ao invés de investir na venda de produtos e serviços.

7 – Edney Souza hoje existem muitos ditos “gurus” dizendo que tem a formula para ganhar dinheiro online. Qual a sua opinião sobre esse assunto?

As fórmulas que eles vendem funcionaram pra eles, talvez funcionem para mais uma meia dúzia de pessoas, uma centena talvez, mas certamente não vai funcionar para milhares de pessoas.

É como aquele pop-up no meio do site pedindo o seu e-mail, na primeira vez que você vê aquilo você pensa: “Que legal, o cara vai mandar novidades personalizadas para o meu e-mail”, depois de assinar uma dúzia e receber um monte de spam você fica com ódio e começa a pensar quando vê outros: “Que droga, mais um oportunista querendo encher minha caixa de spam”.

Toda fórmula quando usada amplamente vira um desgaste e afasta os consumidores.

SMS vendia muito, hoje você vê promoções via SMS nem lê mais. Banners vendiam muito mais do que hoje, atualmente usamos adblock ou aprendemos a ignorar visualmente o banner.

Além disso tem o problema de como executar a fórmula, por exemplo Marketing de Conteúdo vende muito bem, mas para isso o conteúdo tem de ser de muita qualidade. Qualquer pessoa que fizer um curso comigo ou uma consultoria, se deixar a produção de conteúdo para alguém que não escreve muito bem, não irá obter bons resultados.

Fórmulas que funcionam precisam de execução de qualidade e muita gente pega receitas boas e usa ingredientes ruins.

8 – Qual a sua forma de ganhar dinheiro online? Qual nicho desenvolve os seus trabalhos online?

Atualmente eu ganho dinheiro com produção de conteúdo, revisão de conteúdo, desenvolvimento de projetos de conteúdo e eventos para marcas. Além disso sou professor de marketing digital. Minhas especializações são Conteúdo, Redes Sociais e Eventos com influenciadores.

9 – Edney Souza qual a sua opinião sobre SEO e Black Hat?

Quando larguei meu emprego em 2005 muita gente perguntou se eu iria trabalhar com SEO eu disse que não trabalharia porque no Brasil as pessoas só se interessam por Black Hat.

Eu conheço empresas que fazem um excelente trabalho em White Hat, que demora meses e funciona por anos. Um trabalho em Black Hat às vezes demora semanas ou dias e funciona por pouco meses, em geral até a próxima atualização do Google. Se funciona mais tempo não é Black Hat.

Aliás tem muita gente que mistura White Hat com Black Hat e usa isso para mascarar o dano que o Black Hat faz. É como você misturar outras coisas na gasolina, tem um nível que o seu carro aguenta, o problema é que quando você passa desse limite você destrói o motor. É esse risco que você corre com o Black Hat de qualquer hora seu site e seu negócio digital se destruírem porque você escolheu o caminho mais curto.

E pra quem não está familiarizado com os termos vou explicar de forma resumida. White Hat é tudo que beneficia o usuário entregando a melhor experiência e conteúdo. Black Hat é tudo que é feito para enganar o buscador para ele achar que aquela é a melhor resposta.

Você pode usar as 2 técnicas juntas, mas corre o risco da parte de White Hat destruir a parte de Black Hat, é como jogar aditivo numa gasolina batizada, funciona melhor mas ainda tem o risco de destruir o motor.

10 – Qual a sua opinião sobre o mercado brasileiro diante ao seu nicho de trabalho?

O mercado de publicidade no Brasil passa por uma transformação muito grande, até pouco tempo as grandes agências priorizavam os veículos onde elas recebiam bonificação por volume. Veio a crise e os clientes começaram a exigir publicidade onde dava mais resultado. Outros clientes com verbas menores começaram a internalizar parte do trabalho que era feito em agências.

Vemos uma queda dos anúncios em geral e um aumento na produção de conteúdo e investimentos em tecnologias como e-commerce, mobile, integração com ERPs, Marketplaces, Mídia Programática, etc.

Até o modelo de patrocínio está migrando em alguns segmentos do uso de celebridades tradicionais como jogadores de futebol, artistas e apresentadores de televisão para youtubers. Junto do público jovem youtubers cada vez aparecem com mais influência.

O resultado desse cenário é que as agências precisam ser mais digitais, mais focadas em resultado e depender menos de comissão. Alguns grandes grupos tem adquirido agências e empresas com esse perfil para se preparar para essa mudança.

11 – Ter um blog na 1 página do Google é sinal de tráfego e vendas?

Em todo tipo de mercado cada dia tem menos bobo, a pessoa entra na sua página, não acha o que procura ela vai embora e não volta mais, seja um site de conteúdo, seja uma loja que ela não confia.

Estar na primeira página te garante a oportunidade de conquistar essa audiência, ter um layout leve e profissional, que funcione tanto em desktop e mobile e ter um conteúdo bem produzido é o mínimo para criar confiança nesse consumidor e infelizmente poucos sites tem esses pré-requisitos básicos.

12 – O que levou a escolher o seu nicho atual?

Eu comecei a escrever por Hobby, eu comecei a brincar com publicidade para pagar as contas do meu site, de repente eu tinha muita gente lendo o que eu escrevia e a publicidade me rendia mais que meu salário.

A conclusão que eu cheguei é que eu tinha mais talento para comunicação do que programação, ou que o mercado de comunicação digital tinha mais oportunidades do que o desenvolvimento de software pro meu perfil.

Por isso sempre recomendo as pessoas experimentarem coisas diferentes, às vezes você tem um grande talento que você só vai descobrir se arriscar fazer algo novo.

13 – Poderia passar dicas de como converter visitantes em clientes/vendas/negócios?

Você precisa entender a jornada do consumidor. O que leva o seu consumidor a procurar o seu produto? Que dúvidas ele tem antes de adquirir o produto? Que medos ou inseguranças ele passa nesse processo de decisão?

O seu site tem de funcionar como aquele vendedor especialista, que pega um visitante na loja, tira todas as dúvidas dele e convence o visitante de que aquele produto ali naquele momento é a melhor escolha que ele pode fazer.

Se você acha que vai fazer sucesso apenas colocando uma promoção, com um texto padrão que todo mundo usa e uma foto de banco de imagens, você está totalmente enganado.

É preciso estudar seu público alvo, estudar os influenciadores daquele mercado, estudar os concorrentes e criar uma estratégia de conversão que passe pela jornada do consumidor.

Eu tenho feito uma série de textos no blog oficial do WordPress.com com algumas dicas mais detalhadas:

https://br.blog.wordpress.com/2015/11/24/criando-um-projeto-editorial-conhecendo-melhor-sua-audiencia/

https://br.blog.wordpress.com/2016/01/19/criando-um-projeto-editorial-encontre-a-voz-ideal-para-os-seus-textos/

https://br.blog.wordpress.com/2016/02/11/criando-um-projeto-editorial-encontre-seu-nicho-e-posicione-se-como-especialista-num-assunto/

https://br.blog.wordpress.com/2016/03/01/criando-um-projeto-editorial-aprendendo-com-influenciadores-digitais/

14 – Como um blogueiro novo pode conseguir mais tráfego? O que você indicaria?

Também escrevi recentemente sobre isso, recomendo a leitura: https://br.blog.wordpress.com/2015/07/07/descubra-como-aumentar-visitas-no-seu-site-ou-blog/

15 – Em sua opinião é possível viver de negócios online? Você vive dos seus negócios online?

Eu vivo de meus negócios online, toda venda e parceria que faço eu fecho online, mas eu entrego produtos reais. O cliente recebe um texto, uma revisão, um evento, um projeto.

O meio online é o espaço para você se relacionar, se você não tem um produto claro e definido então você não tem um negócio.

16 – Normalmente no começo da vida dos blogueiros existem muitos erros. O que você não faria novamente?

Eu não faria parcerias que prometem dinheiro ou audiência fácil e rápido, todos os atalhos que tomei lá na frente me custaram tempo e dinheiro para me recuperar.

Teria me organizado mais cedo para viver de consultoria ao invés de anúncios e faria menos parcerias de afiliados apenas com produtos e serviços que tivessem mais relação com o meu conteúdo.

17 – Qual a sua opinião sobre os blogs e o uso do WordPress para os novatos?

O WordPress é uma ferramenta fantástica, infelizmente ainda vivemos num mercado onde alguns programadores inseguros acham que precisam recriar algo do zero para ser bom. Um software que não foi exaustivamente testado é um software que vai ter muitos bugs. A vantagem de usar uma plataforma testada mundialmente como o WordPress é justamente evitar tantos bugs.

Grandes produtores globais de conteúdo como a revista Time, a CNN, o TED Talks, usam WordPress.

Por outro lado também temos outro grupo que acredita que somente WordPress instalado funciona bem. Atualmente eu uso o WordPress.com e estou plenamente satisfeito, meu site é rápido, ágil e eu não gasto com hospedagem, uso o plano Premium então tenho domínio customizado e um layout mais exclusivo. Muitos dos sites pequenos e negócios poderiam usar WordPress.com sem problemas.

18 – A quem pedir ajuda para começar um novo negócio do zero?

Você pode pedir ajuda pra mim J Tenho um serviço de Mentoria justamente voltado para quem está começando, mas antes de você pagar alguém procure conteúdo gratuito que já vai te preparar para o básico e depois procure ajuda de algum amigo que já tem um negócio, se você não tiver um amigo pode procurar um Mentor como eu.

No blog do WordPress.com eu escrevo muitas dicas para quem está começando: https://br.blog.wordpress.com/author/interney/

19 – Qual a sua opinião sobre essa frase. Trabalhar no que gosta ou pagar as contas?

Você pode fazer as duas coisas, só é preciso tomar cuidado porque trabalhar no que gosta não significa que sua vida será linda e maravilhosa. Você vai ter de engolir sapo de cliente, correr para entregar as coisas no prazo e por mais que você goste do seu trabalho eu duvido que você não prefira estar num churrasco na praia.

Trabalhar em alguma coisa apenas porque dá muito dinheiro faz cada vez menos sentido, até porque nas coisas que historicamente dão dinheiro existe muita concorrência, se você não é apaixonado pelo que faz então você será um profissional mediano, com uma renda mediana e uma vida mais ou menos. Isso na melhor das hipóteses, pois concorrendo com pessoas que gostam do que faz você provavelmente vai ganhar bem abaixo da média.

Quando você faz o que gosta numa profissão que não é bem remunerada é provável que você seja um dos caras que é melhor remunerado naquela profissão.

Escrever não dá muito dinheiro, mas eu gosto do que faço e acabo me sobressaindo, no final das contas eu ganho mais dinheiro com conteúdo, que é uma coisa que na média não dá muito dinheiro, do que trabalhando com tecnologia, que é algo que na média costuma dar muito dinheiro.

20 – Qual a sua opinião sobre troca de links e guest post?

Se você troca links para indicar para os seus visitante um site que é realmente legal, então parabéns! Você está prestando um serviço para o seu leitor e isso vai fazer você ganhar mais leitores.

Se você troca links só para inflar seu SEO saiba que você vai afastar o visitante do seu site, quando ele clica nos links e não acha nada de útil ele começa a ver você como um site/blog que não é útil.

Troque links com propósito. A mesma coisa do Guest Post. Faz muito sentido quando o conteúdo que você vai trazer para o seu site é bom. Se você quer oferecer guest posts para outros blogs tenha certeza de que o seu conteúdo é tão bom ou melhor do que o conteúdo que aquele site/blog tem.

Eu recebo muitas propostas para publicar guest post no meu blog, 99% das vezes o conteúdo é ruim. Essas propostas geralmente vem acompanhadas de um valor em dinheiro, mesmo assim eu não aceito. Dinheiro nenhum vale eu destruir minha reputação.

21 – Qual a sua opinião sobre as mídias sociais e redes mobile?

Mídias Sociais são onde as pessoas estão então você precisa estar lá, mas você tem que acompanhar o movimento do mercado. As pessoas começaram a usar Snapchat ou Periscope? Corre pra lá. Estão vendendo por Whatsapp? Comece a vender também. Se você concentra todos o seu trabalho em Facebook e é o último a entrar nas novas redes sociais então você não está usando todo o potencial das redes.

Você não precisa ser a primeira empresa a usar, mas quando começam a aparecer cases de marcas naquela plataforma é porque chegou a hora de mesmo você, que não é inovador, testar a ferramenta.

Hoje mobile corresponde a mais da metade do tráfego no Brasil, se seu site não funciona no mobile você está na UTI, adapte-se antes que você tenha uma parada cardíaca e morra. Só porque algum amigo está em coma por anos não significa que você terá a mesma “sorte”.

22 – Em que você está trabalhando atualmente e quais são os seus planos para o futuro? Quais são os seus projetos online e nicho?

Eu escrevo no blog oficial da WordPress.com no Brasil e faço revisão de traduções para a Automattic.

Em paralelo eu desenvolvo projetos de marketing de conteúdo, fiz um recentemente para o UOL e estou trabalhando em outro de uma ONG nesse momento.

Eu também tenho alguns clientes de Mentoring, em geral são pequenas empresas ou profissionais liberais que me procuram para melhorem sua comunicação na internet. O sucesso do trabalho de mentoring depende da disposição do cliente por a mão na massa, se você é uma pequena empresa você precisa escrever o conteúdo, você precisa fazer os anúncios, você tem pouco tempo então precisa gastar esse tempo naquilo que realmente é importante, eu te ajudo a descobrir o que realmente é importante e te ensino a fazer bem feito.

Eu também sou professor e leciono disciplinas de Marketing, Comunicação e Planejamento em Redes Sociais e outras Mídias Digitais em 3 instituições: FGV (curso de especialização), ESPM (curso de pós graduação) e ComSchool (cursos livres).

Eu tenho um projeto de livro na gaveta que não consegui por em prática por falta de tempo, felizmente tenho tido muito trabalho, mas é algo que quero me organizar para desenvolver em 2016.

Entrevista com empreendedor e blogueiro Edney Souza mostrando a realidade do mercado
3.5 (70%) 2 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Claudio Gomes

Empreendedor online e offline. Empreendimentos e negócios. Trabalho com Internet Marketing/Negócios Online alguns anos e consegui acumular muitas informações sobre negócios e formas de ganhar dinheiro online. Trabalho com informática e represento uma empresa de perfumaria e cosméticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*