Entrevista Com Andre Henrique Com Dicas de SEO e Monetização

Quando eu falo que a internet ajuda na hora de um network marketing isso é fato e aplico. O Andre Henrique é mais um novo amigo online que eu conheci, um pouco dele e os seus projetos em um grupo de SEO.

Vou ser direto se você quer aprender como monetizar o seu projeto precisa ler agora essa entrevista com o Andre Henrique. Ele entende muito do assunto na prática e explorei ao máximo as informações.

Você não sabe como ganhar dinheiro com Adsense? Também explorei sobre esse assunto.

Conteúdo

Mega entrevista com Andre Henrique

Andre-Henrique

Pare tudo o que esta fazendo agora e acompanhe as dicas sobre Adsense, SEO e monetização.

1 – Andre Henrique fale sobre o seu trabalho e como foi a sua caminhada até o mundo digital.

Sou entusiasta da internet desde que criei o meu primeiro site, em 2005, no extinto e saudosista GeoCities. Por conta de gostar de escrever, ingressei na faculdade de jornalismo. Em 2011, após os meus projetos assumirem uma pegada mais comercial, abandonei a faculdade para viver de internet. Hoje, tenho três dezenas de portais nos mais variados nichos.

2 – Qual o motivo para o SEO ser tão importante para um empreendimento virtual?

Hoje, as principais fontes de tráfego digital para uma marca é o tráfego direto, o tráfego pago, o tráfego social e o tráfego orgânico. O tráfego direto é quando o usuário digita o endereço da marca diretamente no navegador, o que depende de uma estratégia de branding. O tráfego pago é quando o usuário chega a plataforma por via de anúncios, o que depende de recursos financeiros e um bom publicitário. O tráfego social é todo tráfego originado pelo trabalho de SMO (Social Media Optimization), o que depende de tempo, marketing de conteúdo e engajamento da marca. O tráfego orgânico, por fim, é aquele originado pelas ferramentas de busca, que conquistamos via SEO. Via de regra, ele costuma ser maior e mais barato que os demais.

3 – Existe um tempo para um projeto em SEO dar os seus primeiros resultados?

Os resultados de um trabalho de SEO podem ser mensurados por diversas formas de acordo com o objetivo da marca e a natureza da estratégia. Os KPI (Key Performance Indicator) mais comuns são: tráfego orgânico, número de leads, conversão, posicionamento e branding.

Os resultados vão variar de acordo com múltiplos fatores, o que dificulta equacionar com exatidão o tempo de retorno. Deve-se considerar a concorrência do nicho, a agressividade da otimização, o conhecimento do profissional e a cadência com que os algoritmos dos mecanismos de busca operam.

4 – O que você acha dos hypes realmente são oportunistas? Em que momento deve investir?

O tráfego de hype tem a vantagem do tempo e volume. Porém, tem a desvantagem da perecividade. Nos meus projetos, eu prefiro apostar em tráfego perene, que não depende de acontecimentos para gerar o volume de busca e tem maior escalabilidade.

5 – Como saber ou diferenciar quando um trabalho SEO está bem feito para os buscadores e o usuário? Como medir isso?

Creio que não há melhor resposta que a fornecida pelo próprio Google em suas Diretrizes para Webmasters. Dou-me a licença de reproduzí-la aqui:

“Um bom parâmetro é imaginar se você se sentiria à vontade se tivesse que justificar suas ações para um site concorrente ou funcionário do Google. Outro teste útil é perguntar a si mesmo: “Isso ajudará meus usuários? Eu faria isso se os mecanismos de pesquisa não existissem?”

6 – Existe realmente o velho SEO e o novo SEO? E o que seria novo? Se aplicar o velho SEO funciona?

Existem “SEO’s velhos”. O Google é uma das empresas com maior número de PHD’s por metros quadrados. Eles atualizam o funcionamento da plataforma de busca em uma taxa média de quase duas vezes por dia. O que significa que todos os dias há um “SEO novo”.

Velho-SEO-Novo-SEO

Porém, há os grandes updates que afetam significativamente o rank. Tais updates costumam mudar drasticamente o trabalho do profissional de SEO. Por exemplo, o SEO primitivo era focado em palavras-chave e, quando o Google lançou um algoritmo de inteligência artificial chamado RankBrain, o buscador passou a incorpora matematicamente o conteúdo em vetores semânticos. Muitos profissionais ainda nutrem a mentalidade antiga.

7 – Chegou às primeiras posições isso seria resultado com um lucro certo + vendas? Chegou às primeiras posições não vende e não converte os clientes o que fazer?

Volume de tráfego com baixa conversão é uma doença com várias causas. O diagnóstico não é tão simples. Deve-se examinar clinicamente a qualificação do tráfego, realizar testes laboratoriais com a lading page e verificar se o copywriting estimula as batidas cardíacas do público alvo. Se nada resolver, deve ser apenas uma virose. Vai passar.

8 – Com qual CMS você tem experiência? Isso faz alguma diferença?

Gosto do bom e velho WordPress. Ele é grátis, rápido, customizável, seguro, popular, versátil, open source e ainda arruma o seu quarto, se deixar.

9 – Quais ferramentas SEO você usa e o motivo?

Google Analytics para mensurar tráfego e algumas KPI’s de experiência do usuário.

Google Search Console para análises e resolução de alguns problemas.

PageSpeed Insights e Gmetrix para lapidar a velocidade do site.

Answer the Public para keyword research.

Later para gestão de redes sociais.

Google Drive para fazer, organizar e armazenar planilhas.

BuzzSumo para benchmarking.

Trello para gestão e organização de projetos.

10 – Como Analytics pode ajudar em termos de SEO? E o que pode ser feito?

Ele auxilia na mensuração dos KPI’s e no rastreio do comportamento do usuário. Tais dados podem ser usados para repaginar a estratégia e re-otimizar o site.

11 – Se você tivesse a oportunidade de criar uma nova ferramenta SEO com recursos que ainda não existem e o que você faria de novo/acrescentaria?

Registraria o www.consola.me e colocaria imagens e músicas relaxantes para acessarmos quando os nossos sites recebessem uma punição. Brincadeiras a parte, creio que o mercado já oferece ferramentas para praticamente tudo. O problema, hoje, não é a carência de ferramentas com funções inéditas e mirabolantes, mas sim o excesso de ferramentas que acaba afogando tarefas que deveriam ser simples e rápidas. Muito do que foi criado para aumentar a produtividade acaba por roubando-a.

12 – Informe um dos erros mais graves que comentou e gerou prejuízo e o que mais rendeu.

Creio que foi querer fazer tudo sozinho nos primeiros anos de empreendedorismo digital. A produtividade aumentou exponencialmente depois que comecei a delegar tarefas e terceirizar etapas de produção. Outro grande salto foi arrumar um sócio, o Lucas, hoje meu braço direito.

13 – Até que ponto você segue as diretrizes do Google?

Tento alinhar as minhas práticas ao máximo às recomendações do Google. O Google trabalha dia após dia para que o algoritmo opere beneficiando quem segue as suas diretrizes de qualidade. Ou seja: segui-las é como ter uma empresa do porte do Google ao seu lado. Algumas das práticas que violam as diretrizes podem até funcionar a médio prazo. Mas, como diz o ex-Googler Pedro Dias, você precisa ter sorte todos os dias e o Google precisa ter sorte apenas um dia.

14 – Quais são as melhores formas de monetizar um blog?

Há uma infinidade delas: publicidade paga, programas de afiliados, venda de produtos e serviços, posts patrocinados, reviews patrocinados, assinatura de conteúdos e ferramentas, aluguel do blog, venda do blog, etc. Acredito que as melhores formas em termos de retorno de investimento variam de nicho para nicho e da qualificação do tráfego.

15 – Qual forma você mais usa para monetizar os seus projetos?

Das formas que testei, a que mais me apraz é o AdSense, o programa de publicidade do Google. Por ele exibir anúncios personalizados, a publicidade integra muito bem ao conteúdo, não ficando intrusiva e agressiva para o usuário. Além disso, o AdSense paga bem e em dia.

16 – A pergunta que poucos querem responder qual a média em rendimento que você tem com monetização? E o que fez para chegar a esse resultado?

Eu ganho menos do que deveria e mais do que esperava. As pessoas que buscam por esse tipo de resposta geralmente estão interessadas em saber se a internet dá mesmo dinheiro. Diferente da maioria das profissões, o empreendedor digital não tem uma projeção de média salarial. Ele pode ganhar alguns centavos como pode atingir a casa dos sete dígitos. Isso vai depender do sucesso do projeto que, por sua vez, vai depender de uma série quase que inumerável de fatores. A grande vantagem da internet é trabalhar sete dias por semana como se todos os dias fossem em segunda para que, uma hora, todos os dias sejam domingo.

17 – As plataformas que existem no Brasil realmente são boas? Qual você mais usa? Em qual você tem mais retorno?

Eu não testei tantas. Mas, com base nos relatos de amigos, dá para contar nos dedos de uma mão as que realmente valem a pena. Prefiro não recomendar nenhuma.

18 – Como realmente se ganha dinheiro com Adsense?

A resposta daria conteúdo para um livro. O AdSense depende muito de volume de tráfego. E, para tal, deve-se fazer um SEO bem feito. Um SEO bem feito, ao meu ver, tem três pilares: detalhismo, aprimoramento e persistência. Detalhismo porque o algoritmo é extremamente complexo e cada detalhe faz a diferença. Aprimoramento porque tudo o que é feito pode ser melhorado ad eternum. Persistência porque há um longo hiato entre iniciar um projeto e esmagar a concorrência.

19 – Qual o maior erro você cometeu e perdeu dinheiro com Adsense?

Creio que o meu maior erro foi utilizar o servidor dedicado de uma empresa que não oferecia o desempenho prometido. Após a migração, tive um aumento de 30% nos ganhos. A lição é: velocidade é dinheiro!

20 – Por favor, informe os seus projetos e deixe uma mensagem para os leitores

Primeiramente, agradeço o convite do Cláudio para esta entrevista.

Deixo um projeto com um pouco do meu trabalho: https://salaovirtual.org/

E, aos leitores, lembro-os que a internet é um gigantesco oceano azul com muito espaço para fazer dinheiro. Para quem quiser trocar uma ideia sobre SEO e empreendedorismo digital, fica o meu Whatsapp: 11 98412-7635

Um forte abraço a todos!

Entrevista Com Andre Henrique Com Dicas de SEO e Monetização
5 (100%) 13 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta