Entrevista Com Artur Rangel Um Brasileiro Na Itália – Marketing Digital Levado A Sério

Pense em uma mega entrevista. Então essa é uma delas com o Artur Rangel passando dicas fantásticas. Você quer ter mais conhecimento na área de marketing? Leia tudo até o final e veja a diferença.

Artur Rangel também conhecido pelos Italianos como “Arturo”. Hoje é uma história bem diferente de um brasileiro na Itália como muito conhecimento para passar.

Conteúdo

Entrevista com Artur Rangel

Artur-Rangel

1 – Artur Rangel fale sobre o seu trabalho e como foi a sua caminhada até o mundo digital.

Bem, eu tenho 39 anos (2018) e comecei muito cedo a trabalhar. Desde pequeno que sou interessado em fazer negócios, imagens e me comunicar.

Na minha família eu tive referencias que me inspiraram nisso e são elas:

– pelos negócios, meu avô quitandeiro do norte do Estado do Rio, de Campos. Pelas imagens, me inspirou meu pai e também meu padrinho que me incentivavam na fotografia. E ambos me inspiravam a falar outros idiomas. Já minha mãe, professora, também sempre me fomentava na criatividade, nos textos.

Em 1998, com 19 anos, entrei por concurso público a fazer carreira militar na Força Aérea Brasileira. Mas 2 anos depois já vi que não era aquilo queria. Quatro anos após ter entrado, resolvi pedir para sair. Mas havia juntado dinheiro e um pequeno patrimônio. Um carro, uma moto importada.  Peguei o dinheiro que tinha guardado, somei com minha rescisão e comecei numa produtora de vídeo e fotografias https://www.angelvideoart.com/.

Comecei nos casamentos e eventos, como quase todos da época. Criei o domínio e o site. E pesquisando em sites internacionais, aprendi que tinha as tais <meta tags> que serviam na época para posicionar. Na época era muito fácil! 😉 Mas ali marcou meus primeiros passos em otimização para as buscas.

O tempo passou, a produtora começou a fazer produções audiovisuais para empresas, vídeos institucionais e corporativos e também spots em áudio para comerciais na rádio e também na época editamos nossos primeiros comerciais importantes como para A Globo São Paulo e Globo RJ para divulgar o evento dos Globe Trotters aqui no Brasil. Foi aí que vi um gostinho muito especial pela publicidade.

Daí em 2013, um pouco desmotivado pela situação do RJ em questão da segurança, resolvi mudar para Santa Catarina e dei asas ao meu projeto de estudar Publicidade e Propaganda.

Mas sempre o foco era a publicidade a mídia “tradicional” ou seja, a off line, como é dita hoje em dia.

Gente, tem noção que eu era avesso totalmente ao Facebook? Fazia trabalhos na faculdade, curtas-metragens acadêmicos, tudo com esse foco: lutar contra o avanço das mídias digitais. Que incrível né ? 🙂 Não tinha smartphone. Não tinha Instagram ou Snapchat. WhatsApp muito menos https://corporativo.angelvideoart.com/.

2 – Qual o momento que você acha propicio para largar um “emprego normal” para viver de um projeto online?

Bem, acho que cada um tem os seus sonhos. Se um jovem de 18/19 anos está lendo agora, eu diria para ele largar já e se dedicar. Aproveitar em quanto tem a estabilidade e garantia da família para isso. E caso não tenha, por que não arriscar? Se errar, faz parte, começa de novo. Mas se acertar? E se der certo? Então valeu apena.

3 – Você é um brasileiro que foi parar e trabalhar na Itália. Como foi isso?

Nasci no RJ e morei no Brasil até 2015.  Eu sou neto de Italiana. Tenho tios também que nasceram aqui (na Itália), outros mesmo nascidos no Brasil. Eu convivia muito perto deles. Aos 27 anos eu comecei sonhar com isso de vir conhecer e morar por cá.

Então já em Santa Catarina (2013), na faculdade mesmo eu fiquei sabendo, logo nos primeiros dias, que tinha programas de bolsa em vários países do mundo, inclusive a Itália. Comecei a sonhar com isso, me mantive empenhado e estudando.

Em setembro 2015, eu vim para um semestre apenas, para estudar “Marketing Digital”, “Marketing Eleitoral” e “Desenho da Informação” estes três eu concluí e fui aprovado. Um “Políticas Digitais” eu assisti todas as aulas mas não fui fazer a prova. Foquei só nas outras três. Com isso, posso dizer que o Mundo Digital se abriu para mim  e tudo começou a fazer muito sentido.

Após ter concluído este primeiro semestre, meus professores e meus amigos começaram a me incentivar a fazer mais um semestre. E depois que concluí, eles já começaram a me incentivar a ficar e terminar a faculdade por aqui. Então fui na fé, fiz outro vestibular aqui mesmo e para minha surpresa eu passei. Eram 300 vagas e fiquei classificado em 148.

Graças a Deus, minha estratégia foi focar em Matemática, Inglês e Italiano. Já Geografia Européia, História Européia, por sorte eu tinha estudado algo sobre mesmo no Brasil, por causa das aulas de História da Arte e do Cinema e história da Comunicação, que tinha muito de Europa no meio.

4 – Qual foi à necessidade que você viu no Mercado quando fundou a sua produtora?

A produtora de Vídeos pegou justamente a fase de transição do Vídeo Analógico (VHS) para o Digital (Dv, DvCam e miniDv) então isso abriu uma porta enorme e deixou uma lacuna. AS noivas não estavam muito a fim de assistir aquele “vídeo chato” e longo de casamento.

Mas isso era consequência do velho processo de montagem dos vídeos, dos equipamentos analógicos da época. Tecnicamente isso não era possível. As produtoras tinham a mão, os equipamentos que permitiam ir além, mas faziam a mesma coisa, mas usando equipamentos diferentes. Daí, assim eu comecei a estudar a partir de sites de fora, em inglês e espanhol e via Google… Como fazer diferente e me inspirando pelos produtores dos Estados Unidos.

Outra coisa que me deu oportunidade foi o youtube que na época que eu comecei, ainda nem existia. Tive meus primeiros vídeos viralizados naquela época. Era fácil porque ninguém sabia fazer vídeos aproveitando ao máximo desta tecnologia, muito menos colocar eles a dispor on line. Surgiu meu primeiro canal no extinto VLOG.

Junto a isso, difundi mais  a linguagem do documentário de cinema e TV dentro dos vídeos de casamento. Aí… Explodiu! Os cinegrafistas e produtoras de casamento e eventos não usavam a internet para comunicar seus serviços, por isso também foi uma grande oportunidade.

Quando nasceu o Youtube, fui logo criar a conta. Mas não imaginava mesmo que seria o que foi. Temos nossa conta lá desde 2006. Mas realmente paramos de investir na plataforma, já tinha a ideia de fazer o youtube como se fosse um canal de TV. Porém… a gente tem as ideias e não as põe em prática. Hoje tem um montão de canais de sucesso que eu poderia ter dado sequência, mas parei. Agora não adianta reclamar ahaha  https://www.youtube.com/angelvideoart

5  – Estou ciente que você tem conhecimento na área de marketing eleitoral. Como isso funciona? Como se especializou nessa área?

O marketing eleitoral em resumo é o mesmo marketing só que o principal “produto” é a política, o político.

O marketing Eleitoral surgiu para mim, porque nós da produtora, na época,  passamos também a trabalhar com propaganda para políticos. Sempre tínhamos em mente de usar nossos talentos para ajudar e a contribuir com nosso país. Fizemos alguns spots para rádio, e também vídeos para youtube e alguns merchants de políticos ligados a arte, ao lado de algumas personalidades da música também.

Em 2015, eu estava chegando na Itália também com o objetivo de cursar Marketing Eleitoral. E cursei. A crise política Brasileira eu acompanhei de longe.

Hoje em dia, se você lê que eu já trabalhei ou que trabalho com marketing político, certamente você, ou qualquer outro faria uma imagem ruim de mim. Um julgamento dos piores possíveis. Creio eu. E não é para menos, não tiro a sua razão. Veja, como é em nosso país? Entretanto, aqui na Europa não é assim. Ao menos não tanto como é no País do Futebol.

A minha especialização na área começou mesmo no curso de “Marketing Eleitoral” aqui na universidade Italiana. Então cada grupo tinha que planejar um projeto de comunicação e marketing focado em um determinado partido que o professor escolhia e atribuía aos grupos. Tinham representantes dos partidos que vinham até nós na faculdade. Foi uma experiência incrível.

6 – Quais características que você acha que todo empreendedor deve ter se quiser criar um projeto online?

Pergunta difícil. São tantas. Mas a paciência, o pensamento analítico… Entender as ferramentas é importante, mas sempre saber ligar isso com a essência do ser humano. Gostar de gente é a característica nata que todo empreendedor deve ter. Seja digital ou off line, quem compra de você? É gente, certamente.

Disciplina também. É importante saber: trabalhar de casa, não significa que você “está em casa”. Ter também a consciência que  no seu trabalho “normal” você tem UM PATRÃO, muitas vezes, empreender on line é pior. Você vai ter DEZENAS de patrões, que são seus clientes.

7 – Que tipo de estratégia publicitária você recomenda para um projeto recente em divulgação e tráfego?

No mercado que atuo de empresas, sempre recomendo investir em campanhas pagas, junto com as estratégias orgânicas, como regra geral. Não existe e acredito que nunca vai existir receita de bolo. Serve pra um, mas pode ser que não sirva para você.

Um estratégia de mídia e publicidade que eu desenvolvo para um hotel na Itália, será muito diferente para uma produtora de vídeo. Um advogado e até mesmo de uma empresa de engenharia e construções na Suíça… Deve levar em conta o Mercado, o público, os concorrentes, os fatores externos. Eu posso recomendar uma leitura técnica? MÍDIA – COMO FAZER UM PLANEJAMENTO DE MÍDIA NA PRÁTICA: Autor: Rodolfo Nakamura.

Tem uma parte lá que fala de internet também, mas acho que conhecer o básico do off line vai dar uma boa ideia de como planejar as estratégias, ligando com o digital. Eu uso até hoje.

E no caso tráfego, eu costumo indicar o tráfego pago sim. Trabalho com empresas que já funcionam que já tem verba. E outro lado é palavras chave de cauda longa, pouco tráfego, mas rende lucro.

Mas para o pequeno, quem está começando, invista no seu canal de instagram ou youtube. Foque no conteúdo e faça uma parceria com outros canais semelhantes ao seu. Tem só 400 seguidores no instagram? Procure outro insta com 400 também e façam parceria. O mesmo vale para o youtube. Mas lembre-se, direcione para seu conteúdo no site.

8 – Cite algumas Marcas ou produtos que você acha que realizaram uma brilhante estratégia de marketing digital.

Eu acho que as grandes marcas como Coca-cola e a RedBul são verdadeiros cases de sucesso.

Já a booking e a trivago entraram num mercado onde os empreendedores estavam dormindo, e não quiseram investir nisso achando que não poderiam ser afetados.  Marketing não é só “propaganda”! Tem o “P”raça dos 4p´s, que os hotéis e pequenos hotéis falharam em não investir na “p”raça digital, ou seja sites e online de forma geral.

9 – Informe às maneiras que você usa para medir o Retorno sobre o Engajamento (ROE) em Mídia Social

Olha, como dito, depende de que mercado você está inserido. No meu caso, eu oriento a meus clientes estarem atentos aos emails, telefones que tocam e principalmente ouvir o cliente no seu ponto de atendimento. Esta estratégia é ainda subjetiva, mas é fácil do cliente por em prática.

Likes, seguidores e fans serão apenas números se isso não entrar dinheiro na conta do caixa do meu cliente.

Mas observar os painéis de estatísticas de cada rede que os números e dados lhe dão insights.

É fácil se perder em métricas de vaidade. Mas uma dica, uma métrica fácil, baseada em minha experiência própria e adaptada das mídias tradicionais é observar as 5 ou 6 mil impressões.

Alcançá-las tem que ter já algum resultado! Espera-se. Acredito que já é possível entrar algum email pedindo orçamento, telefone tocando, mensagem in Box solicitando algo a mais de informação, propostas de parceria…

10 – Quais os benefícios que as Mídias Sociais oferecem para empresas, que você considera os mais importantes? Um ou dois exemplos!

O foco deverá ser o seu site. A mídia social não pode, ou pelo menos não deveria ser tratada como principal “PRAÇA” do seu negocio. Você lembra do falecido Orkut? Viu o que aconteceu com o alcance das FanPages no inicio deste ano (2018)? Não preciso dar outros exemplos, acho.

Um grande benefício sim é a capacidade de anúncios, coletarem opiniões dos usuários, usarem as provas sociais (o boca a boca virtual), fazer branding, …

Dois exemplos… para anúncios,  o FB e o Instagram são as que estou trabalhando mais ultimamente.

11 – Cite duas estratégias de Marketing Digital que nenhuma empresa pode deixar de realizar?

Ter um site próprio em primeiro lugar, otimizado. Disse otimizado, não disse “lindo e bonitão”. E analise o seu mercado concorrente.

Outra, que é obrigação, é manter um cadastro de todos que você teve oportunidade de contatar. Email, ou Telefone. É simples, gente, tudo isso vem do tradicional e ainda continua valendo. Sabe o seu arquivo de fichas do passado? Abre uma planilha do Excel e coloque todas as informações lá.

Categorizar esses clientes e manter comunicação com eles. É o que dá mais resultado em marketing e as ferramentas digitais tão aí pra ajudar na missão.

Caro leitor, me responda uma coisa agora, mentalmente. Você salvou o email do seu último cliente que te mandou pedido de orçamento? Você tem o telefone dele salvo numa agenda, desde a última vez que ele te chamou no whatsapp? Se sim, parabéns! Se não… bem…  

12 – O que as Empresas devem fazer para triunfar na área de Marketing?

Ta aí a pergunta de 1 milhão de dólares! Hahah Um erro que eu vejo muito na empresa Brasileira, que não vejo em outras por aqui é a verba de marketing e comunicação. A primeira coisa que cortam assim que começa a apertar o caixa. Errado! Se você comer todas as sementes no almoço, o que vai te restar para replantar? Sucesso é sempre investir em marketing. A receita é fácil, tem sucesso? Investe! Tem crise sendo prevista? Mantém o investimento.

Alguém já viu a Coca Cola parar de anunciar?

Dica técnica fácil de aplicar: Tem pouca verba? Você pode diminuir o alcance e aumentar a frequência. O que vai dar resultado não é o tamanho do Brasil que você impacta, mas sim quantas vezes você impacta as mesmas pessoas. 😉 Sacou? Mas não conta para seu concorrente! hahahah

13 – Que percentual de orçamento que uma empresa deve ter para investir em Marketing Digital? Por quê?

Depende de que estágio as empresas se encontram. Lançamento de produto? Qual a intenção de cobertura do Público Alvo? Qual a frequência dos anúncios, no caso de anúncios…

Bem, para facilitar, na prática eu recomendo de 4% a 15% o que vai depender das margens de lucro de cada empresa.

Sempre deve ser separado algum $ para reinvestir. Mas olha, de novo eu repito, isso não é uma regra fixa, deve ser analisado.

14 – Cases de sucesso realmente é importante e qual o valor disso?

Sim! Claro! Cliente satisfeito volta e renova contrato, indica outros… Eu não pago minhas contas, não reaplico em conhecimento, livros, a própria universidade aqui, nada eu pago (em euros) com sorrisos e tapinhas nas costas somente!

Mas confesso que a satisfação pessoal de ver uma família voltar a sorrir, vendo seus negócios progredindo, desenvolvendo as regiões onde estão inseridos, gerando mais empregos… Isso me satisfaz muito!

15 – Como você lida com tantas distrações na internet? Como você faz para ter organização em seus projetos?

Quanto às distrações é bem difícil mesmo. Mas pra começar, minhas notificações do celular são todas desativadas. Todas!

Meus projetos eu organizo com as ferramentas on line como Trello e a tradicional Excel. Uso também  o Word para relatórios. Nomeio pastas no GoogleDrive com os nomes dos clientes, organizados por ano e mês. Mantenho ali, por datas, todos os históricos, resumindo sobre as informações por telefone ou por e-mail.

Mantenho um caderno de ideias, um bloco de desenhos e um monte de lápis de cor, giz de cera e hidrocor para me desestressar, ao invés de ir para o facebook ou whatsapp a toa.

16- Quantas horas por dia você trabalha nos seus projetos?

Muitas! Eu acordo todos os dias as 6h da manhã e vou dormir tarde sempre. Para me ajudar, nunca fecho a janela para escurecer o quarto. Daí eu já vou acordando naturalmente conforme o dia vai clareando.

Mas, algo que não troco por nada é meu sono depois do almoço de no mínimo 2h, quando dá. Depois compenso indo até tarde. Não raras vezes virei noite pra me dedicar mais aos projetos e estratégias, ou me aprimorando com algo novo a ser aprendido. Então já deu pra perceber que minhas 8h por dia são intensas. Mas trabalho mais que isso.

18  – Como e quando você teve contato com SEO? Comente os primeiros erros na área de SEO.

Como falei no início, comecei quando descobri em 2004, que existiam as tais meta keywords.

Meu primeiro e grandíssimo erro na área de SEO foi sair colocando em prática tudo que me caia na frente! Dicas que não tinham alguma base fundamentada nisso. Usei “dicas”  super Black potencialmente em risco de penalização, mas não fazia ideia do que se tratava. Apenas li, e apliquei. Deu um problemão. Os acessos e os clientes sumiram! Mas não foi para cliente, foi no nosso próprio site, há uns anos atrás.

19 – Em termos de SEO as buscas na Itália são fortes tão quanto no Brasil?

O Brasil é referencia mundial em uso da Internet. Eu tenho muitos professores aqui que usam o Brasil como estudo de case em tudo. O segundo maior youtuber do mundo é Brasuca, o Winderson Nunes, e isso não é atoa. Então nenhum País do mundo seria igual ao Brasil, no que se tratam buscas na internet e consumo digital.

Como disse o “inventor da internet, o Sr Tim Berners Lee, em 2016, “O Brasil ama internet”.  Então dá pra concluir que nenhum lugar se compara com o nosso país. 

20 – Como está o Marketing Digital no Brasil em relação a outros países?

A situação econômica sempre contrária por décadas e a multicultural origem do povo trás muitas vantagens e nos coloca à frente. Estranhamente verdadeiro.

Tendo em vistas também a nossa geografia continental, nós produzimos muito conteúdo. Nós falamos a mesma língua de norte a sul.

Reconheçamos que isso não se aplica a disputar com os EUA. Eles foram pioneiros no marketing. Eles criaram. Geograficamente também são enormes e isso já atribui uma característica como no Brasil e gozam do pioneirismo. Admito.

Com os indianos também não podemos brincar. Extremamente preparados.

Mas verdadeiramente é muito difícil responder a essa pergunta de forma geral global.

21 – Por favor, informe os seus projetos e deixe uma mensagem para os leitores.

Olha para encerrar eu gostaria muito de agradecer a oportunidade. Primeiro de tudo: Preocupem-se no OnPage, no seu site.

Se você não tem objetivo de trabalhar na área, é uma empresa nova, compre um curso que vai te ajudar a ganhar tempo. E quando começar a ganhar dinheiro, contrate um profissional e deixe esse trabalho para ele.

Se você já é empresa estabelecida, vale o mesmo dito acima: contrate um profissional de marketing e foque apenas no seu negócio. Vai valer muito à pena e pode ser que não seja tão caro assim quanto pensas. Procure ver qual é a preparação acadêmica dele, sua experiência no campo e principalmente quais são os resultados que ele oferece aos clientes! Quantos clientes ele é autorizado a divulgar que já levou resultados?

Já para aqueles que pretendem trabalhar na área, para ir além, cogitem a possibilidade de um curso superior, universidade. Não para ter um diploma. Isso vai ser sempre um pedaço de papel se no final das contas não entregar resultados.

Servirá para você aprender coisas importantes que vão ser úteis para sua carreira como:

“Comportamento Humano” , Teoria do consumo, Maslow, Semiótica, Linguística, História da Arte, Marketing Social, Redação Publicitária, Mídia…

E de uma forma geral, para todos eu diria: façam uma viagem! Passem um período conhecendo outra cultura. Pode ser até mesmo um estado diferente do seu. Aproveite e aprenda. Vá além das selfies.

Se você se julga velho para isso, motive seus filhos. Ao invés de separar uma grana pesada para a festa de 15 anos da filha, mande-a para uma experiência de intercambio de 6 meses. Isso vai ajudá-los muito no futuro.

Meu email para quem quiser entrar em contato mercadocomunicando@gmail.com

OBRIGADOOOO!

Entrevista Com Artur Rangel Um Brasileiro Na Itália – Marketing Digital Levado A Sério
5 (100%) 11 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta