Bruno Medeiros – Entrevista Sobre o Mundo Digital (Não Perca)

Bruno Medeiros é um daqueles que fazem toda diferença no mundo digital postando dicas e os seus testes. Com ele não tem mimimi e direto ao ponto. Dicas exclusivas leia tudo até o final e conheça esse jovem empreendedor.

Bruno Medeiros mais um empreendedor que eu conheci em grupos do Facebook sobre SEO e Black Hat e sempre gostei das suas publicações.

Se você tem o desejo de aprender mais não perca as dicas do Bruno Medeiros.

Conteúdo

Bruno Medeiros esse sabe do que fala

1 – Fale sobre o seu trabalho e como chegou ao mundo digital.

Meu nome é Bruno Medeiros, eu trabalho com criação de sites e comunicação desde sempre.

Conheci esse mundo em 2001/2002, era moleque, fazia por diversão e por achar “cool” a ideia de mexer com algo que quase ninguém mexia.

Em 2008, comecei a trabalhar profissionalmente como professor na área de  web design e marketing.

No mesmo ano, dei início a uma agência de publicidade que durou até meados de 2010.

A agência trabalhava com tudo relacionado a comunicação, inclusive sites, e em 2010 eu migrei todo o modelo de trabalho para 100% digital.

Em 2016, comecei a produção de conteúdo para a internet no meu blog brunomedeirosjj.com.

2 – Como escolher um nicho? E como saber se é possível ganhar dinheiro?

É bem complicado responder essa pergunta, existem diversas formas de monetização na internet e cada uma delas têm uma particularidade.

A grande maioria que trabalha ou quer trabalhar na internet cai no modelo de afiliação e 90% dos cases que eu analiso são pessoas inexperientes em marketing na internet tentando nadar no meio de tubarões.

Escolhendo nichos ultra concorridos como: Saúde, bem-estar, Ganhar dinheiro.

A minha maior dica para quem está iniciando e quer escolher um nicho é: Use a criatividade, procure nichos que tenham volume e são poucos ou nada explorados. Acredite, existem muuuuuuuitos mercados inexplorados.

Se é possível ganhar dinheiro? Se tiver tráfego é possível ganhar dinheiro, basta usar a criatividade para monetizar, pensar um pouco fora da caixa e não achar que o mundo gira em torno de hotmart, monetize e eduzz.

3 – Quais são os cuidados necessários quando  alguém pensa em se tornar um afiliado? O que se deve olhar: reputação, comissão ou histórico do produtor?

Eu particularmente não curto muito o modelo de afiliados justamente por conta disso…

Você não tem como controlar esses fatores citados na pergunta, simplesmente o produtor pode deixar de produzir o produto ou simplesmente mudar as políticas de comissões.

Na minha visão o modelo mais “seguro” de trabalhar com afiliação é criando um BLOG DE CONTEÚDO não mini-sites como a maioria faz.

Com um blog de conteúdo em um nicho específico além de você ter diversas vantagens em SEO, você tem a possibilidade de vender diversos produtos no mesmo nicho, caso aconteça alguma coisa com o produto principal você não perde todo o seu trabalho.

4 – O que significa SERP Domination? Como conseguir e para que serve?

SERP domination é uma prática de SEO para dominar as primeiras posições para determinado nicho.

Basicamente uma pessoa cria vários sites que brigam entre si, vários mercados utilizam dessa técnica.

Eu, particularmente, trabalhei em um projeto no mercado financeiro que era feito justamente isso. Todos os termos eram da empresa que eu prestava serviço.

5 – Como criar um conteúdo otimizado para o visitante e o famoso Google?

Falando em SEO o conteúdo TEM que ser para Google, podemos adaptar para que ele fique amigável para o usuário, mas a ideia central é sempre priorizar o Google. Afinal, não adianta ter um conteúdo 100% otimizado para o usuário e ninguém o encontrar.

O seu conteúdo tem que deixar indícios para o Google entender que você esta falando sobre determinado assunto.

Eu vejo muitas páginas tentando posicionar para certas palavras que são encontradas uma ou nenhuma vez no conteúdo, para o Google isso é impossível posicionar, pois ele não sabe do que se trata a sua página.

Títulos, repetição de palavras-chave, Semântica, LSI, Imagens, Vídeos, são fatores indispensáveis para você conseguir dizer ao Google o que realmente você quer dizer.

6 – Hoje existe um grande uso de gatilhos mentais nas vendas dos infoprodutos qual a sua opinião?

Acho ridículo a apelação que alguns produtores utilizam para vender, dizem meias verdades e omitem grande parte do processo para atingir o resultado proposto.

Eu trabalho com educação há 10 anos, além de professor, fui franqueado por 2 anos e meio de uma escola profissionalizante (Microlins) e vejo a educação como uma coisa séria, não como um “mercado para ganhar dinheiro” como muitos fazem.

Sou contra toda comunicação apelativa que use a omissão de informações na venda de produtos, principalmente na área de educação.

7 – Como você faz para descobrir novas oportunidades de palavras-chave/buscas?

Pelo incrível que pareça, quando preciso fazer planejamento de palavras-chave eu uso o AnswerThePublic.com com a extensão KEYWORDS EVERYWHERE.

Não utilizo nada além dessas ferramentas para fazer esse trabalho.

Ps.: Ambas são free.

8 – Black hat deve usar ou não? Em que momento usar?

Sem Black Hat não tem SEO em alto nível, é a mesma coisa que colocar um fisiculturista para competir em alto nível sem utilizar esteroides anabolizantes.

A eficiência do Black Hat SEO vem da manipulação de links, todo e qualquer projeto que precisar de links utilizar da manipulação é uma boa pedida.

9 – Qual a sua opinião sobre spinners? Já usou?

Hoje não compensa para mim, eu não faço nada automático já tem um tempo.

O Google está cada vez mais esperto e cada vez menos essas estratégias têm funcionado, na minha visão mais vale a pena investir em um redator e criar um projeto mais sólido do que fazer nas coxas.

10 – Quais são os cuidados para quem usa black hat?

A única técnica Black Hat que eu uso e recomendo hoje são as PBNs e se forem bem-feitas o risco de dar problema é ZERO.

Não tenho uma recomendação de cuidado especial, basta saber os fundamentos de uma PBN que dá tudo certo.

11 – Keyword stuffing ainda funciona? Qual a sua opinião?

Para mim não, há muitos anos não vejo e não faço Keyword Stuffing.

12 – Existe alguma técnica black hat que não funcione mais? Qual?

Não utilizo links automatizados de nenhuma natureza, como eu disse, na minha visão não valem a pena.

É muito investimento financeiro/tempo para pouco retorno.

13 – Qual a sua opinião sobre as mudanças atuais da Google sobre PBNS?

Regra básica de SEO: TUDO QUE VIER DO GOOGLE É BULLSHIT.

O Google NÃO quer que você posicione, a única fonte de renda dele é o Google Adwords se todo mundo fizer SEO simplesmente não haverá necessidade de investir em Adwords.

O único prejudicado com sites bem otimizados é o GOOGLE.

Portanto, tudo que vier do Google em relação a SEO é bullshit. As PBNS não vão acabar é só saber fazer que dá tudo certo.

14 – Hoje temos uma grande divulgação sobre aluguel de sites bem posicionados. Qual a sua opinião sobre o assunto? Como iniciar nessa área?

Eu fui um dos primeiros a começar a falar muito sobre aluguel de sites, acho um excelente negócio, mas tem que focar.

Não adianta achar que vai criar meia dúzia de sites, deixar alugado e passar o dia na praia. É um negócio, precisa de análise, manutenção e muito empenho para poder funcionar.

Primeiro passo para iniciar na área de “Rank and Rent” é saber quais os nichos estão propícios a alugar.

15 – Hoje ainda existe valor em colocar a palavra-chave no domínio?

Nop!

16 – Realmente compensa e qual a sua opinião sobre criar uma fortaleza social em um blog?

O SEO é um conjunto de fatores que somados apresentam os resultados.

Sinais sociais representam uma fatia desse bolo, mas isoladamente não servem de nada.

Não existe um fator isolado no SEO que dê resultado, então, é muito subjetivo dizer se compensa ou não compensa executar determinada estratégia.

Quer posicionar para qualquer palavra? Faça o dever de casa, tenha um site:

Rápido;

Com boa experiência de navegação;

Conteúdo bem organizado;

Semântica bem-feita;

Bom conteúdo;

Boa linkagem;

Esse é o dever de casa, o restante é “plus”.

O meu case do CONSULTOR SEO é a prova disso, não tenho NADA do que as pessoas acham que tenho, não tenho PBN, não tenho sinais sociais, não tenho NADA. Só tenho o dever de casa feito.

17 – Já encontramos blogs bem posicionados sem uma tonelada de backlinks e com vários compartilhamentos sociais. Qual a sua opinião sobre o assunto?

Tudo depende da concorrência, backlinks não são os maiores fatores de posicionamento.

Eles vão te ajudar a trazer autoridade e dar a oportunidade de o seu site ser encontrado, PONTO. Isso necessariamente não vai fazer você posicionar.

18 – Como eu devo definir quando um backlink é bom ou ruim? Um exemplo se eu tenho um blog de saúde e recebo um link da playboy seria bom ou ruim já que é de um nicho diferente e adulto?

Hoje o principal fator de força dos links é a CONTEXTUALIDADE, não adianta comprar domínios com PA, DA, TF, CF alto e não ter contextualidade.

19 – Qual a sua opinião sobre quem depende totalmente do tráfego orgânico/google?

Acho lindo =D

90% dos meus projetos vivem 100% do tráfego orgânico.

20 – Informe os seus projetos online e o que você espera no futuro da blogosfera.

Esse ano de 2018 quero produzir bastante conteúdo para o YouTube e o Instagram, são plataformas que crescem a cada dia mais e quero uma fatia desse bolo também.

Pretendo montar uma equipe mais forte em 2018 para conseguir atender um número maior de clientes, continuar produzindo conteúdo e criar alguns outros treinamentos na área de marketing online.

Bruno Medeiros – Entrevista Sobre o Mundo Digital (Não Perca)
5 (100%) 24 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

Respostas

Deixe uma resposta