-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.

Coloque abaixo o seu melhor email e fique atualizado:

Delivered by FeedBurner


Como Criar uma Rede Privada de Blogs

PBN

Sem papo e direito ao ponto. Hoje vou dar minha opinião sobre as PBN ou rede privada de blogs. Sim, isso que está na moda ultimamente no Brasil.

Material feito/escrito por Alejandro Salinas/Darkent. Material devidamente autorizado pelo autor para reprodução no Blog Marketing Online.

Existe um grande debate nos últimos meses em diversos grupos sobre esse tipo de prática SEO e existem diferentes opiniões, os que apoiam e os que estão contra, as vezes as opiniões são muito radicais e até exageradas.

Que é  mais potente do SEO?
Que é ilegal.
Que vai ser penalizado.

Aqui já falamos em uma técnica simples para encontrar domínios expirados com autoridade, mas o fato é que existem diversas técnicas para encontrar domínios expirados, uma das mais utilizadas é com Xenu.

O fato é que Google também se atualiza e vai se adaptando a esse tipo de técnica Black Hat, por isso, muita gente tem a sua PBN penalizada e graças a essa gente podemos ter muito mais cuidado na hora de montar a nossa própria PBN.

Então, fique a vontade porque vamos falar de um tema que já trouxe muitas polêmicas nas ultimas semanas. Mas tranquilo, não é um bicho de 7 cabeças. Nada no mundo SEO é um bicho de 7 cabeças. Só basta aprender, aplicar, otimizar e solucionar, caso aconteça algo (e é o risco que todos sabemos que pode acontecer) ou desfrutar dos ganhos se fez o trabalho bem feito.

Mais um esclarecimento: Saber do risco que temos ao utilizar black hat é inteligente e obrigatório, então, se você está aqui por curiosidade ou esperando encontrar alguma frase para meter o pau, te recomendo ler esse artigo antes, beleza?

Logo respira, pensa, analisa, bebe uma gelada, relaxa, escute alguma música de meditação e depois pode dizer o que quiser.

O que é uma PBN ou Rede Privada de Blogs?

Uma PBN (Private Blog Networker) ou Rede privada de blogs é simplesmente um conjunto de blogs que você cuida e mantém com um objetivo básico: posicionar seu site com ajuda de links que passem autoridade para sua página. Ou seja, você precisa comprar domínios que já existiram e que por alguma razão seus donos largaram.

Quando o domínio está livre, qualquer pessoa pode comprar ele. A grande vantagem é que esse domínio, por ser antigo tem uma autoridade vinda de muitos links que apontaram para ele, assim, o domínio já tem acumulado uma força que você pode aproveitar através dos links.

Exemplo:

Imagine que encontre um domínio que tenha links da Wikipedia, 2 links de algum domínio .Gov e mais um .Edu. Esse domínio pode reforçar a autoridade de seu projeto porque vai utilizar essa força existente para que possa ser canalizada para seu site através de um link.

Além disso, se você consegue mais 10 links de outros 10 domínios expirados, pode chegar aos primeiros lugares do Google “sem muito esforço” (é claro que junto com alguns fatores a mais). Porem, essa força ninguém poderá tirar de você.

Para que fique mais claro ainda, olhe para imagem:

Os maiores erros de quem faz uma PBN

Aqui é onde fica a grande diferença entre quem tem sucesso e quem não tem sucesso com essa estratégia Black Hat.

Eu acho no mínimo engraçado como muita gente pula e chora de raiva dizendo que esse tipo de técnica parou de funcionar ou não funciona por dois motivos:

Porque sua rede privadas de blog foi para o saco porque não souberam montar a PBN.
Porque são fanáticos do Google e acreditam 100% no que ele diz, sendo assim, criticam qualquer técnica que esteja fora das “diretrizes justas e bem intencionadas” do Grande G, mesmo sem ter testado nada.

Seguem alguns dos erros mais comuns que as pessoas cometem:

Registrar todos os domínios com o mesmo nome.
Alguns registram com diferentes nomes, mas colocam todos os domínios numa mesma conta de Webmaster Tools.
Os mais gananciosos colocam AdSense em sua PBN (Sim, a mesma conta para todos).
Utilizam a memsma hospedagem.

Vamos aprofundar mais nos pontos mais importantes na hora de montar uma PBN.

Domínios em Ips diferentes

Algo muito básico e que todo aquele que queira montar uma PBN já deveria saber.

Nunca utilize o mesmo servidor para hospedar os seus domínios expirados. Se utiliza o mesmo fornecedor de hospedagem, pelo menos solicite que os servidores tenham Classe C diferente.

Se você pode ter todos os domínios em Ips diferentes, melhor ainda. O negócio é ter Ips que não possam ser relacionadas entre elas.

Faça que seu Blog de PBN seja de verdade

Muita gente fala “sua PBN deve parecer natural”, nesse ponto eu vou modificar um pouco o que meu grande amigo Matt falou com respeito a links.

Seu blog não tem que parecer de verdade, seu blog TEM que ser de verdade.

Então, se você encontra um domínio expirado que tinha a temática de autos, escreva os artigos sobre essa temática. Isso não quer dizer que você precisa ter um Money Site sobre autos para utilizar ele. Seja criativo meu caro!

Não sabe como?

Não se preocupe, hoje estou com vontade de falar tudo, acho que o Cafe com Red Bull me deixou agitado!

Imaginemos que o domínio expirado falava de autos, como utilizar isso para outros nichos?

Imagine os seguintes artigos:

“Cuidados para levar um cachorro em auto” (cachorro)
“Dirigir depois de comer, engorda?” (Emagrecimento)
“Cuidados especiais para viagens longas” (viagens)
“Como economizar no combustível” (Finanças)
“Como paquerar no carro” (relacionamento)… Essa acho que poderia ser um sucesso 🙂
Etc.

Está vendo como é possível combinar praticamente qualquer temática com qualquer temática?

Só precisa pensar 2 minutos e pronto!

Outro ponto importante é não fazer todos os artigos com as mesmas características. Se você tem um blog de PBN com 5 artigos de 500 palavras cada, está na cara que é para manipular. Pior ainda se tem um artigo só.

Escreva posts de diferentes tamanhos, alguns podem ter até mais de 1000 palavras. Não faça links em todos os artigos e, o mais importante, não faça links para seu mesmo projeto sempre.

Faça links para outras webs. Sites de autoridade dentro de seu nicho e sites fraquinhos. Assim Google vai pensar que você está levando a serio e está compartilhando informação relevante com seu leitor.

Incluso faça artigos sem links, com imagens ou vídeos, mas sem links.

Sim meu filho, é um trabalho danado. Quem te falou que Black Hat é só “fazer sacanagem” para viver a vida boa, está mentindo pra você. Claro, eu estou te dizendo o que você deve fazer para minimizar os riscos. Haverá pessoas um pouco mais “práticas” que não recomendam isso tudo e que podem dizer: “Bobagem, muito trabalho, só precisa ter alguns cuidados e pronto. Olha como eu não fui penalizado.. ainda“. Cada um escolhe até que ponto minimiza o risco.

Está investindo dinheiro e tempo, seria absurdo não ter esses cuidados né?

E os textos?

Sim, sei que são muitos textos para escrever e o tempo é nosso maior inimigo. Como regra básica recomendo não utilizar Spinner para sua PBN, contrate redatores ou utilize algum outro truque, como o truque de archive.org (pegar artigos expirados).

Esconder sua PBN? Será?

Existe uma lei que não está escrita nesse tema dos domínios expirados e PBN. Essa lei diz que nunca deveria mostrar a sua rede privada de blogs para ninguém. E que, além disso, nunca deverá fazer links entre esses blogs (isso é muito obvio).

Para esconder sua PBN dos seus concorrentes o mais simples é utilizar Plugins que bloqueiam os robôs de analise SEO (Ahrefs, Semrush, Majestic, etc). O mais conhecido é o Spider Spanker e outro, melhor ainda porque é de graça é o Link Privacy. O que esses plugins fazem basicamente é bloquear o acesso dos bots a sua rede privada de blog, para que não possam ver os links de saída e não possam ser mostrados nessas ferramentas de analise SEO.

Então, se você chega para o Top 3 do Google, sua concorrência vai pirar para saber como você fez para conseguir isso. Sejamos honestos, todos já analisamos os concorrentes e já tentamos copiar algum link que eles tem.

Essa é a parte bonita do assunto e o que muitos ensinam lá fora. Mas, existe outra corrente de pensamento com relação a essa prática que me fez rever muito o conceito de utilizar ou não esses plugins. Faz total sentido e vou explicar agora.

Sei que Google está vendo isso como um fator na hora de ver a naturalidade de um blog e ver se ele está feito para “entregar qualidade ao leitor” ou está feito para posicionar, que basicamente isso é o que queremos com uma PBN. E como já sabemos, todo link que NÃO é natural, ou seja, que foi criado pelo próprio blogueiro, tem um risco.

Não importa o que você escute, serio, a gente tem que partir da frase de Matt Cutts: “Os links não tem que parecer naturais, tem que ser naturais”, baseado nisso, tudo o que esteja fora dessa frase PODE ser penalizado. Ser ciente disso é ser inteligente, então, cuidado com isso de que PBN é 100% seguro. Na verdade, nada é seguro se você fuje dessa frase, pelo menos na teoria. E é fundamental que a gente aceite esse fato.

Se não quer correr riscos, otimize seu site internamente, escreva conteúdo de qualidade (que Google diz que ama, mas que não leva em consideração para posicionar) e espere que a magica aconteça. Simples assim. Veja as estatísticas de quantos blogueiros conseguiram posicionar dessa forma e depois me fale se compensa a espera.

Voltando para o assunto. Se Google percebe que você está bloqueando acesso de links de saída, alguma coisa estranha tem, não é verdade?

Faz total sentido. Agora, não se trata de não utilizar esses plugins ou de bloquear essas informações (incluso pode ser feito desde o Htaccess), se trata de ser um pouco mais inteligente e de não utilizar esses plugins em todos seus blogs. Quando Google detecta um padrão de comportamento, ativa seu sensor, (por isso também não é recomendável utilizar o mesmo template ou o mesmo CMS).

Outros pontos a considerar na hora de montar sua rede privada de blogs

Depois do “ursinho carinhoso” (o Panda), existem alguns pontos que deve considerar na hora de montar sua rede de domínios expirados.

Crie redes sociais para cada blog de sua rede. Uma conta de Twitter, Facebook, ou Youtube, são importantes para ter essa naturalidade que buscamos em nossa rede de blogs.

Um truque é aproveitar o passado do domínio expirado nesse sentido. Existem domínios que já tinham redes sociais e que podem incluso ter milhares de seguidores. Então, por exemplo, só precisará comprovar no Twitter se existe uma conta para esse domínio e pedir uma nova senha. Se a conta foi registrada com um Email do domínio, ponto para você! Porque você terá acesso a ela. Simples.

Crie páginas de Privacidade, contato e quem somos. Mais uma vez, trabalhe! Na página de Quem somos, faça um texto natural e menciona o autor do blog.

Mude o nome do autor. Se pode inventar um nome de autor e utiliza ele nas redes sociais, tudo vai parecer mais natural. Então, esqueça do “Admin”. Utilize Gravatar.com para ter uma foto personalizada. Já que vai utilizar gravatar, utilize também um Email personalizado. Se você faz todo o anterior mas utiliza o mesmo email para todos seus blogs da rede, estará deixando uma pegada muito obvia. Crie um email com seu domínio e depois redirecione ele para um email principal que você tenha e acesse.

Registre seus domínios em diferentes empresas, Godaddy, Namecheap, Hostgator, 1and1, etc.
Tenha variação de privacidade. Utilize Whois privado e público. Não esconda todas as informações sempre.

O que que precisa considerar para comprar um domínio expirado?

Já não é um segredo no Brasil que PBN funciona e sei que esse artigo você pode gostar muito, mas também pode gerar muita polêmica, sobre tudo nas pessoas que desejam que parem com uso dessa técnica. Minha intenção é que não exista necessidade de você precisar procurar, em blogs gringos esse tipo de estratégias que dão resultados. É muito previsível o que pode acontecer com as pessoas que tenham acesso, pela primeira vez a esse tipo de informação e eu não tenho problema nenhum em mostrar o que lá fora é mostrado naturalmente.

Outras informações: https://blogmarketingonline.com.br/como-criar-uma-pbn/

Tem que entender que Google não sabe pensar, ele é um robô. Não importa se você acha que ele pensa. De fato ele não pensa! Mas, Google sabe de Matemática e sabe unir pontos. Baseado nisso se algo foje da matemática dele vai te mostrar o cartão vermelho. Mas por outro lado, se você faz as coisas bem, sem se achar o “cara” porque sabe um pouco de Black Hat, as probabilidades disso acontecer são baixas.

O que Google pode fazer? Proibir o comercio de domínios expirados? Impossível. Existe muita gente que compra domínios sem saber que são expirados, simplesmente porque gostaram do nome. É injusto para quem não sabe porque pode pegar um domínio penalizado? Sim, talvez, mas quem falou que Google é justo?

O tema é muito simples, ao dia de hoje, PBN funciona e muito bem desde que seja bem feito, igual que Tiered Link building e outras estratégias. Mas, deve ser ciente que é necessário um investimento.

Ou, como já falamos, tem a outra opção que Google diz amar: escrever conteúdo de qualidade, incrivelmente bom, e esperar que as pessoas cheguem até ele e você consiga esses links que podem levar você um dia ao top 1.

O que vai pensar o cara que tem uma distribuidora de viagra? Com certeza vai esperar que as pessoas compartilhem seus artigos né? Ou aquela empresária que tem um sex shop feminino, sim claro, muitas mulheres vão compartilhar seus conteúdos publicamente.

Como falei, sou ciente que muita gente vai meter o pau depois dese artigo. Ok, se você não concorda com essa prática, beleza! Assim ficam mais domínios para nós.

2 comentários em “Como Criar uma Rede Privada de Blogs”

  1. Quero agradecer muito!!! seus conteúdos tem me ajudado muito entrei agora no mundo digital e estou aprendendo muito.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.